Gestores dos programas “Na Base do Esporte” e “Bolsa Atleta” recebem capacitação

Foto: Paulo Chancey Junior

Foto: Paulo Chancey Junior

A Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj) promoveu a capacitação dos gestores dos programas ‘Na Base do Esporte’ e ‘Bolsa Atleta’. Membros de entidades esportivas, treinadores e atletas estiveram reunidos no Auditório Lauthenay Perdigão, no Estádio Rei Pelé, para debater as diretrizes dos programas no ano de 2017.

O Programa ‘Na Base do Esporte’, idealizado pelo Governo do Estado e executado pela Selaj, em parceria com as entidades esportivas, receberá todo o material esportivo, uniformes, material de divulgação e um valor mensal de R$ 3 mil, para executar as ações.

Ao todo, 12 entidades irão participar do programa, após serem selecionadas por meio do Chamamento Público 002/2016. Cada Base atenderá, no mínimo, 100 alunos. Cerca de 1.200 pessoas terão atendimento direto do programa.

De acordo com a Gerente do Esporte e Rendimento da Selaj, Andrezza Barros, o programa pretende atender crianças e jovens em situação de vulnerabilidade. “A ideia é democratizar o acesso da população que vive em áreas de vulnerabilidade social, incluindo-a nas atividades esportivas, culturais e de lazer”, afirmou.

Foto: Paulo Chancey Junior

Foto: Paulo Chancey Junior

A manhã ainda foi movimentada com a capacitação para os membros do ‘Bolsa Atleta’. Para integrar este programa, o atleta deve ser indicado pela federação correspondente da modalidade e alcançar a pontuação necessária para ficar entre os contemplados.

Existe um quadro de pontuação para as competições estaduais, regionais, nacionais e internacionais. Em Alagoas, 20 atletas foram contemplados, sendo oito dos esportes coletivos, oito dos esportes individuais e mais quatro paralímpicos.

Foto: Paulo Chancey Junior

Foto: Paulo Chancey Junior

De acordo com o técnico de rendimento da Selaj, Ricardo Souza, a secretaria vai atuar em parceria com os treinadores e atletas para contribuir com o crescimento profissional dos mesmos, bem como cumprir todos as etapas para manutenção da bolsa, que é válida por 12 meses.

“Além do repasse financeiro no valor de um salário mínimo, a Selaj deve apoiar em outras ações, dar visibilidade e fazer o acompanhamento em competições e treinamentos”, apontou.

Participaram do evento, o secretário em exercício do Esporte, Lazer e Juventude, Edson Victor; o secretário executivo, Charles Hebert; o superintendente de Inclusão Social e Rendimento, Wagno Godez; além da supervisora de Rendimento, Naiene Gama.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos marcados são obrigatórios *

*

Voltar ao topo