Foto: Emerson Junior 088e71f1 df11 4d3d 9c47 6487ac77ae18

O CSA tem sido eficiente em momentos cruciais neste Campeonato Brasileiro da Série C. Na tarde deste domingo (02) parecia que o time marujo ficaria no empate sem gols diante do Salgueiro no interior de Pernambuco, mas Michel Douglas marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o time pernambucano.

A vitória coloca o CSA com 17 pontos, na liderança isolada do Grupo A da competição nacional. Na próxima rodada o time alagoano recebe o Cuiabá no Estádio Rei Pelé. O Salgueiro por sua vez, segue na lanterna do grupo com 5 pontos e agora terá de buscar vitória contra o Remo no Pará.

O JOGO – 1º TEMPO

Antes mesmo da bola rolar o CSA já vinha com uma má notícia. O goleiro Motta sentiu dores no tornozelo direito e acabou sendo vetado uma hora antes do jogo. Em seu lugar, Cajuru teria a missão de fechar o gol azulino.

Com o forte calor do da cidade de Salgueiro, as duas equipes dosavam o ritmo e se estudavam, pelo menos até os 10 primeiros  minutos. Logo depois os times resolveram atacar. O Salgueiro até chegar a balançar as redes, mas o árbitro assinalou falta de ataque em cima do goleiro do CSA.

O time marujo deu o troco minutos depois, na bola parada, quando Boquita bateu e assustou o goleiro Mondragon. O jogo seguia com o time da casa buscando mais o ataque, enquanto o CSA era mais seguro e esperava espaço para os contra-ataques.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Salgueiro teve a grande chance de abrir o placar. Aos 42 minutos, William Lira foi derrubado na área por Thales. O árbitro marcou  pênalti e mostrou cartão amarelo para o defensor do time alagoano. Na cobrança, Rodolfo Potiguar bateu e parou no goleiro Cajuru, que fez grande defesa e na sequencia e defesa do CSA afastou o perigo, no último lance de perigo da primeira etapa.

2º - TEMPO

Veio o segundo tempo e a história do jogo era a mesma. O Salgueiro era mais ativo, mas não como no primeiro tempo e o CSA jogava de forma inteligente, se defendendo e explorando os espaços possíveis.

Em determinado momento do jogo, os times encontravam dificuldades na criação de jogadas e insistiam nas bolas alçadas na área ou em chute de longa distancia. Apesar disso, os goleiros não tinham muito trabalho.

O jogo já se encaminhava para o final e parecia que o empate sem gols iria persistir, mas a frieza do CSA nesta Série C falou alto mais uma vez. Aos 42 minutos, Rafinha fez grande jogada e passou para Michel Douglas, que bateu e estufou as redes. CSA 1 a 0.

Depois do gol, o CSA foi ainda mais inteligente ao anular as investidas do Salgueiro. O técnico Ney da Matta ainda promoveu a última substituição, ganhando tempo, já nos últimos momentos do jogo.

Final de jogo no interior pernambucano, Salgueiro 0 x 1 CSA.