7af0cba0 6277 4778 8bbe ebecaf586b2e Darley se apoia nas dificuldades da primeira fase para reverter vantagem alagoana (Foto: Raphael Lemos)

A classificação inédita do Tombense às quartas de final da Série C do Brasileirão foi concretizada pelo bom desempenho nas últimas três rodadas da primeira fase. Porém, antes das vitórias sobre Ypiranga-RS e Botafogo-SP, e do empate diante do Macaé, o Alvirrubro estava com uma situação bem desfavorável para buscar o G-4. A reviravolta aconteceu, o Gavião avançou e é nisso que o goleiro Darley se apoia para acreditar no vira-vira sobre o CSA, segunda, às 20h30, no Rei Pelé, em Maceió.

Embora reconheça que o grupo tenha ficado aborrecido com o revés de 2 a 0 em pleno Almeidão, o arqueiro afirma que o time está mobilizado para dar a volta por cima fora de casa e buscar o acesso para a disputa da segunda divisão nacional em 2018.

– Depois do jogo é normal, a gente fica chateado, porque é sofrida uma derrota por 2 a 0 em casa no mata-mata. Mas o grupo já está treinando forte. Não tem nada perdido ainda, vamos focar muito pra este jogo, sabemos do nosso potencial e acreditamos na classificação. Outras vezes no campeonato, a gente passou por situações em que quase fomos eliminados e demos a volta por cima. Temos que olhar os erros, consertar e colocar o foco na partida – falou.

Na visão de Darley, o primeiro jogo se desequilibrou bastante após a expulsão de Natan. Segundo o goleiro, perder um volante fez com que o time precisasse alterar suas características e a própria postura dentro do duelo de ida contra os alagoanos. Para ele, o Tombense se desdobrou na partida de Tombos, mas vai precisar fazer o dobro para conseguir êxito no confronto decisivo se quiser mudar o cenário.

– Cada um tem que chamar a responsabilidade. Agora é reta final, é o último jogo das quartas, na luta pelo acesso. Cada um tem que dar um algo a mais, tirar de onde não tem. O grupo é forte e precisamos acreditar – fechou.

Com a derrota por 2 a 0 em casa, o Tombense visita o CSA tentando vencer por três ou mais gols de diferença ou por placares de dois gols de vantagem, de 3 a 1 para cima. Caso vença por 2 a 0, o Gavião leva a definição da vaga para as penalidades. Qualquer outro marcador dá a classificação ao CSA.