Ba552c3a 56e8 46a4 b797 4a9e0c87f723

Rodrigo Viana conquistou o segundo acesso em pouco mais de dois anos defendendo o São Bento. O goleiro chegou ao clube em 2016, foi reserva durantre o Paulistão daquele ano e assumiu a titularidade do time na disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. Um dos goleiros menos vazados da competição e com o acesso garantido, Viana garantiu mais uma temporada no time do interior paulista.

Neste ano, a turbulenta campanha no Campeonato Paulista deu espaço a mais uma acesso, desta vez para a Série B do Brasileiro. O goleiro não esconde a alegria em poder aliar uma conquista com o clube a uma individual, com a defesa menos vazada da Série C.

– Sensação maravilhosa. Conquistar um acesso ainda mais com duas partidas sem tomar gol, para o goleiro é maravilhoso. A gente pôde escrever mais uma página na história do São Bento, conquistando o acesso para a Série B. Eu falei no início da competição, os jogadores que foram escolhidos se encaixaram muito bem durante os treinamentos. Esse acesso foi construído entre o Paulista e o início do Brasileiro. Todo mundo se doando ao máximo, um pelo outro. Foi isso que a gente viu durante a competição inteira – analisa o goleiro.

O goleiro menos vazado da Série C do Campeonato Brasileiro deve receber propostas para deixar o time de Sorocaba ao término da temporada. Apesar de admitir a possibilidade de ouvir as ofertas, Rodrigo Viana parece propenso a renovar o contrato com o São Bento para as próximas temporadas.

– Acho que todo profissional que joga hoje no São Bento vai pensar duas vezes em escutar qualquer outra proposta. A gente roeu o osso e agora que tem o filé, a gente quer jogar também. O acesso dá uma visibilidade muito grande, não só no Brasil, mas no exterior também. A gente vai buscar ouvir as conversas para determinar o futuro. A gente tem uma carreira curta, temos que ficar onde nos sentimos bem. Aqui eu me sinto bem – disse Viana.