5c06d72d f659 4232 a91d 640be4f92cf0

Se a derrota para o Grêmio, por 1 a 0, deixou os jogadores do Fluminense cabisbaixos, ao menos Diego Cavalieri teve motivos para comemorar. Dono da melhor atuação individual da partida, o goleiro impediu que os gaúchos vencessem por um placar maior e saiu de campo elogiado até mesmo pelos adversários.

— Foi uma partida difícil. Temos de parabenizar o Cavalieri, que pegou quatro bolas difíceis. Estávamos parando nele. Felizmente, no segundo tempo conseguimos superá-los — disse o atacante gremista Everton.

Foram 123 dias sem disputar uma partida sequer. Neste período, Cavalieri foi relacionado para os jogos, mas ficou apenas no banco de reservas. Aceitou a condição sem fazer nenhuma queixa. Ontem, colheu os frutos.

— Ele estava numa tarde maravilhosa — reconheceu Léo Moura.

Diante da boa atuação, a tendência é que o goleiro permaneça titular contra o Flamengo, no dia 12. Quem também parece ter voltado ao time titular para ficar é Sornoza. Prejudicado pelo esquema escolhido por Abel no primeiro tempo, ele melhorou no segundo e agradou ao treinador.

— O Junior (Sornoza) suportou 75 minutos. É um negócio até meio surpreendente. Então, com certeza no próximo jogo ele vai ter uma condição melhor — disse Abel, que fará dois jogos-treino neste período para testar outras opções e dar ritmo aos que voltam de lesão.