Foto: Leo Munhoz / Diário Catarinense A91a9a25 e2aa 4e3a 85b2 47562ea2556c

Faltando poucas rodadas para o final do Campeonato Brasileiro da Série B, o CRB terá de se preocupar com a zona do rebaixamento. Nesta sexta-feira (27) o time alagoano foi até Florianópolis enfrentar o Figueirense e numa noite infeliz do goleiro Edson Kolln, que falhou duas vezes, acabou perdendo por 3 a 1 e ficando na beira do Z4.

A derrota manteve o CRB com 38 pontos, agora na 16ª posição, primeira fora da zona do descenso. Na próxima rodada o “Galo” terá outra difícil missão ao enfrentar o Internacional em Porto Alegre. O Figueirense por sua vez, chegou aos 39 pontos e ocupa a 12ª colocação. O próximo compromisso da equipe catarinense será diante do Brasil de Pelotas, novamente em casa.

O JOGO – 1º TEMPO

Quando a bola rolou no Orlando Scarpelli, Figueirense e CRB faziam uma partida movimentada. Os primeiros minutos foram de muito estudo, mas logo depois os dois times partiram para o ataque.

O Figueirense chegava nas bolas paradas e também em jogada perigosas, quando Renan Mota mandou muito perto do gol alvirrubro e numa chance inacreditável, quando Zé Antônio cabeceou e o goleiro Edson fez grande defesa, mas no rebote, Leandro Almeida sozinho, mandou para fora.

O CRB por sua vez, também assustou o time da casa algumas vezes. Duas delas com João Paulo Penha e outra com Neto Baiano, que dentro da área, foi travado no momento da finalização, mantendo assim o jogo equilibrado.

A primeira etapa seguia para o seu final com empate sem gols, mas aos 43 minutos, bola na área e André Luiz disputando bola com Adalberto e caiu na área. Jogada polêmica, mas o árbitro Rafael Klaus marcou o pênalti. João Paulo foi para a cobrança e bateu bem, abrindo o placar no final do primeiro tempo. 1 a 0.

2º - TEMPO

Os primeiros minutos do primeiro tempo deveriam servir de exemplo para o CRB reagir em campo. Porém, ninguém esperava uma falha do goleiro Edson Kolln, que já salvou o time em outros jogos. Aos 3 minutos Renan Mota cruzou na área, o goleiro saiu mal, tocou mas não afastou e bola e Jorge Henrique ficou livre, apenas testando para o fundo das redes.

A situação que era complicada ficou ainda pior aos 25 minutos da etapa final. Bola na área, novamente o goleiro regatiano não se decidiu, saiu atrasado e o zagueiro Naylhor se antecipou e desviou de cabeça para as redes. 3 a 0.

Precisando reagir a todo custo, o CRB foi ataque e conseguiu diminuir. Bola na área do “Figueira”, a bola sobrou nos pés de Leandro Almeida, que ao tentar afastar, chutou em cima do zagueiro Adalberto do CRB e seguiu para o fundo do gol. 3 a 1.

A reação do time alagoano porém, parou por aí. Final de jogo em Florianópolis, Figueirense 3 x 1 CRB.