Foto: CadaMinuto 06649e17 7c19 41a3 b653 2c96a57e8ce7 Nutricionista Joelma Marinho

Durante o ano, são poucas as oportunidades de um feriado prolongado, com quatro dias por exemplo, como neste início de novembro. Muitas pessoas decidem viajar e aproveitar o período, literalmente relaxando, bebendo e comendo mais do que o normal. Por isso, a nutricionista Joelma Marinho fez alguns alertas e trouxe algumas dicas para que ninguém ultrapasse os limites.

Nos feriados prolongados, muitas pessoas decidem viajar, enquanto outras preferem ficar em casa. Independente da escolha, a nutricionista faz a sua recomendação. “É importante tentar manter o corpo na ativa, em movimento, não esquecer da ingestão de água e pelo menos, fazer as três principais refeições”, afirmou.

Longe de casa, é natural que os hábitos alimentares sejam diferentes. Apesar de ser uma situação considerada normal, a profissional recomenda manter ao máximo dos costumes diários. “Quando viajamos, a falta de tempo e o acesso aos alimentos de qualidade, acabam prejudicando,  porque as pessoas acabam passando da hora de comer e quando se alimentam, acabam abusando. Em casa acredito que dá para se manter melhor, já que você tem mais acesso aos alimentos de qualidade”, explicou.

Foto: Divulgação

Joelma Marinho ainda fez uma análise sobre a alimentação de praticantes de atividades físicas e esportivas, durante este período. “Se a pessoa não é atleta, acho que relaxar faz parte. Mas recomendo que nunca fuja totalmente do foco, porque aí prejudica de fato, principalmente porque o balanço fica negativo, aí a tendência será de ganhar peso”, disse.

Por fim, a nutricionista lembra que se você acabar “enfiando o pé na jaca” e exagerando na comida e na bebida, a segunda-feira será de recuperação. “Enfiou o pé na jaca, a segunda tenta comer o mais leve possível, capricha nas saladas, sucos detox e atividade física”, concluiu.

Foto: Divulgação