Ded9dd0f 85e1 4dd1 bde0 9dc7a476b162

Sem Diego e Guerrero, o Flamengo até conseguiu sair na frente do Grêmio, mas sucumbiu com erros da defesa. A derrota de virada por 3 a 1 fez o time de Reinaldo Rueda quase fez ficar fora da zona de classificação para a Libertadores. Com seis rodadas para o fim do Brasileiro, a pressão fica toda sobre o treinador, já que os ídolos estão fora. Éverton Ribeiro ainda compensou a ausência com bonito gol, mas Pará, Rafael Vaz e Rhodolfo protagonizaram uma pane na defesa, e Everton, com dois gols, e Luan, viraram.

O lateral, capitão do time na ocasião, tentou minimizar, mas admitiu que o Flamengo recuou e desperdiçou a chance de subir na tabela. O Vasco quase passou o rival, mas acabou empatando.

- A gente não está pensando no Vasco, estamos pensando na gente. Sabíamos que seria um jogo difícil, como foi. Saímos na frente, mas demos um passo atrás. Com a torcida deles empurrando do início ao fim é complicado. Mas agora é levantar a cabeça porque ainda temos seis jogos pela frente -, disse Pará ao canal Premiere, na saída

Após deixar o resultado escapar, o Flamengo se mantém com 47 pontos na oitava posição na tabela, ainda no G-7. O próximo adversário é o Cruzeiro, quarta-feira, na Ilha do Urubu.

O Flamengo começou bem postado e diminuiu as linhas de ataque do Grêmio, que entrou em campo com força máxima apesar da final Libertadores este mês. A escalação rubro-negra, com Márcio Araújo em linha de três volantes, deu segurança contra Luan e companhia, mas também isolou os homens de frente. Após o ímpeto inicial do Grêmio, o Flamengo conseguiu ficar mais com a bola e organizar as jogadas a partir da defesa. Criou boas chances com Vizeu, Éverton Ribeiro e Renê.

Depois do intervalo, Éverton Ribeiro arrancou, tocou para Everton, e recebeu de volta para finalizar de cabeça: 1 a 0. Na comemoração, o camisa sete homenageou Guerrero. Em contra-ataque puxado por Everton Ribeiro, Cuéllar quase fez o segundo.

Mas Rueda se contentou com o que via e manteve a estratégia. A zaga rubro-negra entrou em pane logo que Everton foi lançado por Renato Gaúcho. O atacante achou espaço entre Vaz e Rhodolfo para deixar tudo igual. No ataque seguinte, contou com vacilo de Pará, que já havia errado no primeiro gol, e virou o jogo. Vaz completou o serviço, falhou também, e Luan ainda fez o terceiro na defesa desarrumada do Flamengo.