18a648fd 9633 483b a081 194fe6acbff5

O campeonato Taça das Grotas, que vai levar crianças e jovens das grotas da capital para disputas nos mais importantes estádios alagoanos, ganhou vida neste domingo, no campo do Estádio Rei Pelé, com o desfile dos times representantes das 16 comunidades e os jogos da primeira rodada.

O evento promovido pela Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), com apoio do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), é mais um passo do programa Vida Nova nas Grotas, que, segundo a secretária Claudia Petuba, vai muito além de levar cimento e concreto para as comunidades.

“Diferente do passado, nós resolvemos abrir as portas do Estádio Rei Pelé para projetos sociais e jogos beneficentes, para que, de forma inédita, vocês, atletas das comunidades, estejam aqui. O ‘Taça das Grotas’ veio para ficar no calendário esportivo alagoano”, afirmou Cláudia Petuba.

Pouco antes da cerimônia, os líderes comunitários e treinadores receberam o uniforme completo dos jogadores, que será utilizado durante toda a competição. O presidente do Movimento de Humanização das Grotas e treinador da Grota Piabas, Robson Lima, acredita que as comunidades ganharam cidadania.

“Dentro das grotas não tem só o bandido, têm jovens inteligentes e meninos bons, que precisam de oportunidade, e essa oportunidade está sendo dada. Hoje temos um governo que tem compromisso com essas comunidades alagoanas e nos diz que quem mora em grota tem que ser tratado da mesma forma de quem mora na Ponta Verde”, ressaltou o líder comunitário.

O ‘Taça das Grotas’ vai até o dia 29 deste mês e conta com a participação de jovens entre 14 e 17 anos, disputando todos os sábados às 8h. A grande final também vai acontecer no Trapichão.

O secretário executivo do Esporte e Lazer, Charles Hebert, é coordenador da competição e explica que a idade determinada para participar do campeonato foi proposital. De acordo com ele, jovens dessa idade são mais propensos à ociosidade e aos perigos do mundo das drogas.

De olho no sonho

O jogo que marcou a abertura do campeonato terminou em goleada. O time da Grota Macaxeira marcou 5 x 0 em cima do time da Grota São Rafael.

O meio-campo da equipe da São Rafael, Sidney da Silva, afirmou, depois de receber o primeiro gol, não se importar com o resultado dos jogos e lembrou a possibilidade de alguns dos jogadores serem visto por olheiros. “Tudo depende do trabalho em equipe, e aqui é tudo amizade; não é só uma disputa. Eu não vim aqui pensando em ganhar e, sim, porque penso no meu futuro”, disse.

Muitos pais foram acompanhar os filhos de perto. Dentre eles estava o ex-jogador Flávio Araújo, bem na beira do gramado para não perder nenhum lance do filho camisa 10.