Foto: Douglas Araújo/Ascom-CRB 5ac5e5d4 ee60 4255 972b 5dca47c3d602

Não foi fácil, mas o CRB segue com a sua recuperação na tabela de classificação da Série B. Na noite de sexta-feira (23) chuvosa, o “Galo” recebeu o Paysandu, saiu atrás do marcador, mas conseguiu a vitória de virada por 2 a 1.

Com a vitória o CRB chegou aos 13 pontos e chegou a 8ª posição na tabela de classificação, mas deve perder posições até o final da rodada neste sábado. Na próxima rodada o time alagoano jogará fora de casa diante do Náutico. Já o Paysandu está na 14ª posição com 12 pontos e jogará em casa contra a Luverdense.

O JOGO – 1º TEMPO

Noite com muita chuva em Maceió, público pequeno, frio nas arquibancadas, mas o jogo começou quente e não foi para o CRB. Logo aos 5 minutos, Airton avançou pela direita e cruzou na área, com Marcão desviando para o fundo das redes, abrindo o placar para o Paysandu.

Depois do gol o CRB acordou e passou a atacar o time visitante. Primeiro, Zé Carlos desviou cruzamento e mandou na trave. Minutos depois, Edson Ratinho recebeu na entrada da área e emendou um chute forte que passou perto do gol e dando sequencia a pressão, Danilo Pires ainda mandou um chutaço defendido pelo goleiro Emerson.

O CRB pressionava, mas o Paysandu tentava travar o jogo no meio de campo e segurar o ímpeto da equipe regatiana. Antes do final da etapa, Chico ainda assustou em novo chute de fora da área, mas o primeiro tempo foi mesmo encerrado com vitória parcial do Paysandu por 1 a 0 sobre o CRB.

2º – TEMPO

O intervalo e a conversa com o técnico Dado Cavalcanti pareciam ter surtido efeito. O CRB voltou ainda mais agressivo e partiu para o ataque desde o começo da etapa. Assim, Chico bateu de fora da área e acertou o travessão, na sobra a defesa não afastou e a bola sobrou para Edson Ratinho, que pegou de primeira e empatou a partida.

O jogo seguiu movimentado e aberto para os dois times. Primeiro, Diego cruzou na área e Zé Carlos desviou, parando em grande defesa do goleiro Emerson. Logo em seguida, Aitron bateu falta e assustou o goleiro regatiano Edson Kolln.