04a3c88c b129 4886 ba90 76b8495970a1

Uma confusão envolvendo atletas e integrantes das comissões técnicas esquentou o clima depois do clássico entre Manchester United e Manchester City, disputado no último domingo, no Old Trafford.

De acordo com a imprensa inglesa, o início da confusão aconteceu quando Mourinho se encaminhava para a entrevista coletiva. Ele passou perto do vestiário do City, não gostou da comemoração exaltada dos rivais e foi pedir mais respeito.

O goleiro brasileiro Ederson teria segurado Mourinho pelo braço para tentar interromper a reclamação, quando os dois começaram a discutir em português. Depois disso, jogadores do City teriam começado a arremessar água e leite no treinador. A partir daí, teve início uma “luta de pub”, como descreve o The Guardian.

Auxiliar de Pep Guardiola, o ex-jogador Mikel Arteta teria saído do estádio com um corte na testa. Já o atacante Lukaku teria acertado uma garrafa em um fisioterapeuta do City.

A polícia foi chamada e controlou a situação até a saída das equipes do estádio. Dentro de campo, o líder City venceu o duelo por 2 a 1 e abriu 11 pontos de vantagem sobre o rival no Campeonato Inglês.