930f1bd7 67f3 4a6d babe 689395214506 O meia Kaká, do São Paulo, em partida contra o Sport Club do Recife, válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014 (Foto: Felipe Rau/Estadão Conteúdo)

Desde que Kaká deixo o Orlando City, em outubro, seu retorno ao São Paulo vinha sendo especulado. Porém, a saída do ex-diretor de futebol Vinicius Pinotti encerrou o diálogo e o presidente do clube, Leco, não queria que o meia voltasse ao clube. Isso influenciou a aposentadoria do jogador.

Segundo o jornalista Jorge Nicola, da Rádio Bandeirantes, Kaká resolveu se aposentar por falta de opção. Ele havia deixado claro para os dirigentes são-paulinos que gostaria de voltar ao clube, mas o Tricolor paulista não fez uma oferta oficial e, assim, só lhe restou a aposentadoria.

O presidente Leco teria sido contra a sua volta ao Morumbi, contrariando o que havia declarado durante a temporada.

Desde que o atleta deixou o Orlando City o SPFC mantinha um diálogo, intermediado por Pinotti - que deixou o clube há cerca de duas semanas, alegando divergências com o mandatário são-paulino. Ele era o único que defendia o retorno do meia e descobriu, ao contatar o irmão de Kaká, que o jogador toparia voltar por um salário baixo.

Entretanto, seu desligamento acabou de vez com qualquer possibilidade de Kaká integrar o elenco.