03f2c6e6 57bb 4af5 b279 934b654a7cc6

 A Copa Libertadores é a competição mais prestigiada das Américas e todos os times sonham em conquistá-la. Entretanto, o craque Juan Román Riquelme, hoje aposentado, menosprezou o torneio e criticou Flamengo e Grêmio, finalistas das taças continentais desse ano.

 

Para o ex-meia, as equipes brasileiras perderam força nos últimos anos, o que deixa a Libertadores mais fácil de se ganhar. Por conta disso, Riquelme indicou que o Boca Juniors, onde foi ídolo, deve voltar a vencê-la.

"Já não é tão difícil ganhá-la (a Libertadores), agora qualquer um pode ganhar. As equipes do Brasil não estão mais tão fortes como antes. Agora, por exemplo, o Flamengo não demonstrou grande coisa na Copa Sul-Americana e o Grêmio, como mandante, não foi uma maravilha. Já não te surpreende que um time não tão grande chegue a uma final. O Boca tem que ganhar a Libertadores em 2018", afirmou o ex-jogador em entrevista a um canal argentino de televisão. 

O último título de Libertadores do Boca Juniors foi em 2007, quando Riquelme ainda estava na equipe, ao lado de nomes como Martín Palermo e Rodrigo Palacio.