Fabe6626 f6c3 4d51 a5b7 4084b8b59d56

O jovem Bradley Lowery, torcedor símbolo do Sunderland, morreu nesta sexta-feira após longa batalha contra o neuroblastoma, um câncer que afeta o sistema nervoso e atinge principalmente crianças. Bradley tinha seis anos e sofria com o tumor maligno desde os dois anos. O anúncio da morte foi feito pelos pais de Bradley Lowery, pelas redes sociais.

- Meu garoto corajoso se foi com os anjos hoje, dia 7/7/2017, nos braços da mamãe e do papai e rodeado pela família. Ele foi o nosso pequeno super-herói e lutou bravamente, mas alguém precisou dele em outro lugar. Não há palavras para descrever como nossos corações estão partidos. Obrigada a todos pelo apoio e as palavras gentis - escreveram os pais de Bradley. 

Bradley comoveu a Inglaterra no fim do ano passado. Torcedor fanático do Sunderland, o jovem foi chamado pelo clube para bater um pênalti antes do jogo contra o Chelsea, em 14 de dezembro. Bradley ganhou o prêmio de gol do mês após enorme comoção entre as torcidas inglesas nas redes sociais. A honraria é dada pela emissora "BBC", por votação popular. O nome de Bradley não entrou na eleição, vencida por Henrikh Mkhitaryan, do Manchester United, mas a "BBC" decidiu pôr o menino também como vencedor.

Jermain Defoe, atacante atualmente no Bournemouth, estava no Sunderland quando Bradley Lowery se aproximou do clube, no ano passado. Defoe se sensibilizou com a situação e passou a ser amigo do garoto. Nesta quinta-feira, quando a imprensa inglesa já tinha conhecimento da piora no estado de saúde de Bradley, Jermain Defoe chorou em entrevista coletiva. 

- É complicado, porque acompanho ele por muito tempo. Tenho que continuar forte por ele. Desde o primeiro momento que o conheci, eu não acreditava que era aquele menino que estava doente. Houve uma conexão entre nós no momento em que nos conhecemos - comentou o jogador.