5cf4f6a0 0bc9 49f3 ab43 bfcb30eda6dc

Valentina Shevchenko, que enfrentaria Amanda Nunes neste sábado, no UFC 213, em Las Vegas, nos EUA, quebrou o silêncio a respeito do cancelamento do combate, oficializado após a brasileira ser hospitalizada. Em sua conta no Instagram, a desafiante ao cinturão do peso-galo, que pertence a Amanda Nunes, expressou sua frustração por não entrar no octógono esta noite, mas evitou ataques à rival.

- Hoje estou 100% pronta. Durante os últimos três meses fiz tudo para ficar em minha melhor forma para essa luta. (Amanda) Nunes não conseguiu cortar o peso corretamente e foi hospitalizada. Ela quis cortar o peso e se recuperar rapidamente para ter alguma vantagem. No fim das contas, deu tudo errado. Mesmo estando clinicamente liberada para lutar, ela recuou. A luta foi, originalmente, oferecida para abril, e ela não aceitou. Fiz a minha parte e estou chateada por não poder lutar pelo título neste grande evento. Estou mais aborrecida ainda por todos os meus queridos fãs, que pelo mundo todo me apoiaram, e por aqueles que viajaram para me ver ao vivo em Las Vegas. Eu me sinto frustrada pelo que aconteceu, mas não vou relaxar, não vou baixar o ritmo da minha preparação. Vou esperar até que o UFC me dê uma nova data para esta luta - escreveu a lutadora.