Bcc605eb ef13 41ea 8987 35842f960821

O empate em 1 a 1 entre Confiança e Santa Cruz, na noite da última terça-feira, na Arena Batistão, teve polêmica. O gol do time pernambucano gerou uma enxurrada de reclamações por parte da torcida e dos jogadores proletários. Afinal, a bola cruzou ou não totalmente a linha? Foi ou não foi gol? É fato que foi um lance rápido, muito difícil e que teve interpretações diversas. Porém a arbitragem confirmou.

Personagem central do polêmico lance, o goleiro Genivaldo foi um dos que mais protestaram. O camisa 1 azulino se disse convicto de que houve um erro de arbitragem na jogada e cobrou mais atenção.

- Eu cheguei inteiro na bola. Quando a bola voltou meu corpo estava entre a linha e dentro do campo. Então a bola subiu e eu vi nitidamente que eu estava entre a trave e a linha. A gente sabe que é um lance difícil mas a arbitragem tem que ser mais atenta e querendo ou não você tem que ter um pouco mais de atenção. É um lance rápido mas numa competição deste nível não dá para estar errando esses lances. Tinha uma câmera dentro do gol e também eu tinha a certeza de que não foi gol, por isso peguei a bola e já saí jogando - explicou Genivaldo.

O próximo jogo do Confiança pela Copa do Nordeste será no da 01 de fevereiro, no Rei Pelé, contra o CRB. Antes disso, volta as atenções para o Estadual. No domingo, vai encarar o Boca Júnior em Estância, provavelmente sem Genivaldo, que ainda cumpre suspensão. O clube tenta reverter o gancho.