Foto: Google 5b87971a 4c10 48c2 a7fc ee86ddcec5a6 Sede da Federação Alagoana de Futebol

Assim como em outras temporadas, clubes que disputam o Campeonato Alagoano só conseguiram definir detalhes primordiais, nas últimas horas do último dia útil antes da estreia na competição. A sexta-feira (19) foi movimentada com a correria dos dirigentes para regularizar atletas, bem como a situação de alguns estádios que receberá jogos do estadual.

No começo do dia, o Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol, apenas seis jogadores estavam aptos para estrear. Porém, algumas equipes precisavam regularizar mais da metade dos seus jogadores.

Com exceção de CSA e CRB, os demais times necessitavam correr contra o tempo.  A situação mais preocupante era de ASA e CEO. Durante o dia, o clube arapiraquense conseguiu regularizar 18 atletas.

Outro que correu risco de ser impossibilitado de estrear foi o CEO, que conseguiu regularizar 15 jogadores e informações de bastidores davam conta de que o jogo poderia nãos ser realizado diante dos atletas sem condições de jogo.

No entanto, às 19h00 horário de Brasília e 18h00 em Alagoas, o sistema da CBF foi fechado e as equipes conseguiram regularizar os seus atletas para o início da competição, no próximo domingo.

ESTÁDIOS

Ainda nesta sexta-feira, dois estádios precisavam passar pelos últimos ajustes para receberem jogos do Alagoano. A Comissão de Vistoria da Federação Alagoana de Futebol (FAF) visitou dois estádios.

O Edson Mathias em Olho D’água das Flores e o José Gomes da Costa em Murici, foram os últimos que receberam aval da entidade máxima do futebol estadual e do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).