Foto: Ascom-Selaj 7eead378 286f 41bd 80de 4e4121e50b9e

O “Apito No Interior” está de volta em 2018. O projeto idealizado e executado pela Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), levará conhecimentos teóricos e práticos para futuros árbitros amadores na cidade de Santana do Ipanema nos dias 26 e 27 de janeiro.

A abertura do evento acontecerá no dia 26 de janeiro, das 18h00 às 22h00 na sala Josefa Sibaldo do Hotel Privillege. Na oportunidade, a aula será ministrada por dois facilitadores, profissionais da área. O árbitro da Confederação Brasileira de Futebol, José Reinaldo Figueiredo e o assistente, também da CBF, Juan Barros serão os responsáveis pela atividade.

No dia seguinte a atividade segue, dessa vez no gramado do Estádio Arnon de Mello, para a aula prática. Neste momento, serão aplicadas as regras atualizadas da arbitragem, bem como posicionamento e técnicas dentro de campo.

Secretário executivo do esporte e lazer, além de coordenador do projeto, Charles Hebert destaca a importância do projeto no contexto geral. “Chegamos na 4ª edição do projeto Apito No Interior e já temos vários pedidos de municípios que querem receber as atividades. Isso é importante, porque temos dois objetivos, de formar novos árbitros amadores, como também criar uma nova fonte de renda para as pessoas de Santana do Ipanema e cidades vizinhas”, afirmou.

Charles Hebert ainda lembra que do projeto, podem surgir novos profissionais da arbitragem alagoana. “É importante lembrar também, que estes árbitros amadores estarão sendo avaliados e caso se destaquem e atinjam um padrão da arbitragem moderna, podem participar do curso da Federação Alagoana de Futebol e atuarem na elite do futebol alagoana e quem sabe do futebol brasileiro, internacional”, concluiu.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Sexta (26/01) das 18h às 22h

Local: Hotel Privillege – Sala Josefa Sibaldo

Aula Teórica

Sábado (27/01) das 8h às 12h

Local: Hotel Privillege (Sala Josefa Sibaldo)

Aula Teórica

Sábado (27/01) das 14h às 17h

Local: Estádio Arnon de Mello

Aula Prática

Os interessados em participar do projeto devem procurar a Casa da Cultura para realizar a inscrição para ambos os sexos e levar as cópias da identidade, comprovante de residência e curriculum atualizado.

O projeto tem um número limitado de 40 vagas, sendo 30 para árbitros e 10 para auxiliares.

Maiores informações podem ser obtidas pelos telefones: (82) 999015150 – Índio ou (82) 993180879 – Nobre.