F7603ef3 3c07 480c a792 9c4e092b2d77

Impenetrável durante a temporada, o santista Vanderlei é um dos nomes mais cobrados pelos torcedores na Seleção Brasileira. E o desejo está próximo de se tornar realidade. Isso porque Taffarel, preparador de goleiros da seleção brasileira, esteve no CT Rei Pelé na manhã desta terça-feira para acompanhar o camisa 1 do Peixe, cotado por Tite para a próxima convocação, em jogos contra Equador e Colômbia, pelas Eliminatórias, nos dias 31 de agosto e 5 de setembro, respectivamente.

Na segunda-feira, o ex-goleiro da Seleção esteve no centro de treinamento do Corinthians para fazer o mesmo com Cássio, também em boa fase com o líder do Brasileirão. Segundo Taffarel, os dois arqueiros estão merecendo a convocação.

“Vanderlei é um nome forte. Cássio está no radar também. A ideia do Tite é não fechar uma lista. É cedo para fechar a lista para a Copa do Mundo. Muitas coisas podem acontecer. Temos que ter informações e trabalhar com um certo número de jogadores. Até lá, tem muita observação e trabalho a se fazer. Em São Paulo por enquanto é o Cássio e o Vanderlei. São esses nomes além dos que foram convocados. São esses dois nomes que estão na lista. Vai depender do Tite”, explicou Taffarel na manhã desta terça.

Desde que assumiu o comando da Seleção, Tite não deu uma chance a Cássio e Vanderlei. Ele chamou já convocou os goleiros Danilo Fernandes, do Internacional, Ederson, que era do Benfica (POR) e agora está no Manchester City (ING), Alisson, da Roma (ITA), Weverton, do Atlético-PR, Muralha, do Flamengo e Diego Alves, do Valencia (ESP).

Vanderlei tem 33 anos e 139 jogos pelo Santos, com 126 gols sofridos. O camisa 1 chegou ao Peixe em janeiro de 2015 após se tornar ídolo pelo Coritiba e logo assumiu lugar de destaque no alvinegro.