59be848a 63ae 48d7 bbd5 6e2d9bd14b2b

Antônio Carlos falhou nos últimos dois jogos do Palmeiras. Mesmo assim, o zagueiro que integrou a seleção do Campeonato Paulista e vinha sendo destaque do Verdão na temporada até a última semana recebeu o apoio dos companheiros e do técnico Roger Machado.

“Ele (Antônio Carlos) não estava em alto nível, está. Temos de analisar os lances com olho clínico. No clássico, o Tonhão estava envolvido no lance (do gol), houve outro erro técnico e tático que o Tonhão tentou concertar e não conseguiu. Hoje foi uma tomada de decisão – explicou o treinador”, disse o comandante.

Contra o Corinthians, o zagueiro errou na marcação e ‘deu o fundo’ a Mateus Vital, que fez o passe para Rodriguinho marcar. Já contra o Boca Juniors, furou um chutão da defesa argentina, que acabou sobrando para Pavón e resultou em gol de Tevez.

“É triste e injusto colocar a culpa em um só jogador em um esporte coletivo. Contra o Boca, minutos antes ele salvou uma jogada com um carrinho fantástico. Contra o Santos, ele fez o gol de cabeça que abriu o placar, contra o São Paulo, idem. Ele é um garoto, tem um futuro brilhante, e quando erra um, erram todos. Não é colocar a culpa em um só. É um esporte coletivo. Como disse o Roger, ele está em alto nível”, disse Felipe Melo.

“Ele está jogando muito, na minha opinião. Fez gol nos clássicos, vem salvando a gente. Somos uma equipe. Quando perdemos, perde todo o mundo. Não preciso falar nada dele, porque está fazendo um grande campeonato e vai continuar nos ajudando”, corroborou Lucas Lima.