5001eae2 7bae 4865 90ce ac6d0b49c064

Não é a primeira vez que o Vasco chega ao fim dos três primeiros jogos da fase de grupos da Libertadores com apenas um ponto somado. Em 1998, ano em que terminou com o título da competição, a equipe treinada na época por Antônio Lopes também começou com um empate e duas derrotas. Ainda assim, a situação atual de olho em uma classificação é ainda mais difícil.

Isso porque na campanha de 20 anos atrás o Vasco terminou os três primeiros jogos da fase de grupos cinco pontos atrás de Grêmio e Chivas, do México. Esse ano, a diferença para o Racing, líder do grupo depois da goleada, é de seis pontos. A questão é tão crítica que se não vencer o rival argentino quarta-feira que vem, o Vasco já não poderá ultrapassá-lo, mesmo com dois jogos a disputar.

Além disso, pesa muito contra a campanha atual o saldo de gol negativo. Ele é de cinco, o que pode fazer a diferença para uma classificação. Em 1998, o Vasco conseguiu ir às oitavas justamente ao superar o América (MEX) no saldo de gols.

Abatido após a derrota, Zé Ricardo já admitiu que o cenário não é nada bom.

- Nossa situação ficou muito difícil. Temos ainda nove pontos a jogar, mas com seis pontos para o Racing. Realmente, vamos ter de jogar no limite - frisou.