19fd33dc c005 4123 921e aac981eead44

Longe do Brasil desde 2004, quando deixou o Coritiba para ir para o Sevilla, o lateral-esquerdo Adriano, hoje com 33 anos, não fecha as portas para um eventual retorno ao futebol canarinho, mas lembra: está feliz no Besiktas, time turco onde está desde 2016 e tem contrato até meados de 2019. 

- Claro que tenho o sonho de voltar a jogar em meu país e pela Seleção, para devolver um pouco do carinho que tanto recebo dos torcedores, mas sou e estou feliz no Besiktas. Mas isso não significa que meu retorno será agora. Estou há muito tempo na Europa e feliz, assim como minha família, especialmente em Istambul. Meu desejo e meu empenho, hoje, são ganhar títulos pelo Besiktas e deixar essa torcida gigante ainda mais alegre - disse. 

O Besiktas é um dos três gigantes da Turquia. Os Águias Negras estão em segundo no Campeonato Turco, com 59 pontos, apenas um atrás do líder Galatasaray. Já foram disputadas 29 das 34 rodadas. Na caça pelo título nacional estão ainda o Istanbul (59 pontos) e Fenerbahçe (57 pontos). 

O time de Adriano briga ainda pela Copa da Turquia. Na última quinta-feira, fora de casa, em jogo válido pela volta das semifinais, contra o Fenerbahçe, a partida foi interrompida após o Fener, time mandante, jogar um objeto no treinador. A partida estava 0 a 0 e a ida foi 2 a 2. 

Adriano jogou ainda no Barcelona entre 2010 e 2016 e acumula convocações para a Seleção Brasileira.