3730a7f2 ac80 47f1 b931 cbeff3515579

O técnico Dorival Júnior não pôde comemorar uma estreia vitoriosa no São Paulo, que empatou por 2 a 2 com o lanterna Atlético-GO, na noite desta quinta-feira, no Morumbi. No entanto, em entrevista coletiva após a partida, o novo comandante tricolor preferiu exaltar a postura de seus jogadores em campo e mostrar esperança em relação ao futuro da equipe do que lamentar mais um resultado negativo.

Dorival sentiu o gosto da vitória duas vezes nesta noite. O São Paulo abriu o placar no começo do segundo tempo com gol chorado de Lucas Pratto. Pouco depois, porém, Niltinho empatou. Já no fim do duelo, Marcinho recolocou o Tricolor na frente, mas logo em seguida Everaldo deixou tudo igual de novo, de calcanhar.

“Temos de nos voltar para a entrega da equipe, que foi importante. A mudança de comportamento nos mostra um novo caminho. Tivemos posse, mas poucas penetrações no primeiro tempo. No segundo tempo, melhoramos, conseguimos as vantagens, mas não as sustentamos, e isso complicou. Pelo esforço que conseguimos os gols, demos a possibilidade ao adversário de alcançar a recuperação”, avaliou Dorival.

Com o resultado, o São Paulo chegou à oitava partida seguida sem vencer no Campeonato Brasileiro. Passadas 13 rodadas, a equipe soma 12 pontos, na 17ª posição, ainda dentro da zona de rebaixamento. Ciente da insegurança que a falta de resultados positivos gera no elenco, Dorival confia em uma recuperação caso os jogadores mantenham a dedicação apresentada nesta quinta-feira.

“Com sequência negativa, é natural ter insegurança. Precisamos saber como conviver nesse momento. A gana que a equipe mostrou, se repetida, sem dúvidas será o primeiro passo para recuperação. Espero que não seja só um cartão de visitas. Com esse espírito, fatalmente conseguiremos outra condição no campeonato”, garantiu.

Nem o empate com o lanterna do Campeonato Brasileiro diminui o otimismo do treinador são-paulino. “O Atlético-GO vem crescendo e melhorando muito no campeonato. Sabíamos que teríamos muitas dificuldades. Acredito cada dia mais que o rendimento será um pouco mais inseguro quando tivermos mais confiança. Seria muito bom que o resultado acontecesse já, mas acredito, pela postura, na possibilidade real de recuperação”, encerrou.