228558d1 293d 4be2 aa13 0d6b9978cdee Intenção do Valencia era vender Diego Alves, e não emprestá-lo como quer o Flamengo (Foto: Reprodução/Valencia)

Fora dos planos do técnico do Valencia para a próxima temporada, o goleiro Diego Alves está deixando o time espanhol em uma situação encurralada. O interesse do Flamengo no brasileiro fez com que ele negasse uma ida ao Deportivo La Coruña.

De acordo com o Marca, o Valencia deu até o dia 17 de julho para Diego Alves definir seu futuro, caso contrário terá que voltar, se reapresentar e treinar no time de Mestalla, possivelmente separado do restante do grupo. O time espanhol já não conta com o goleiro para a pré-temporada que a equipe irá fazer nos EUA a partir do dia 20 de julho.

Valencia e Deportivo La Coruña já tinham tudo acertado entre si, mas não contavam com a vontade do atleta, que não aceitou a troca. Diego Alves quer jogar com frequência em um time que lute por coisas grandes, o que não aconteceria na Coruña, isso porque ele mantém as esperanças de ser convocado para a Copa do Mundo da Rússia em 2018.

É ai que o Flamengo aparece como uma opção para o goleiro, que se mantém em silêncio. Mas é ai também que o problema aparece para o Valencia. Diego Alves ainda tem dois anos de contrato com o time de Mestalla, que não acredita que o rubro-negro carioca possa pagar o que o goleiro vale.

O clube está encurralado. Não sabe se vale a pena deixar Diego Alves sair de graça, rescindir seu contrato, ou emprestá-lo pensando em uma possível valorização do goleiro no ano do Mundial. Nesse momento, a verdade é que o Valencia não sabe o que fazer com o brasileiro.