B0351f1c 4757 4fae 8a9a 3579385600bd

O México  frustrou muitos apostadores de bolão neste domingo. Treinados por Juan Carlos Osorio, a seleção surpreendeu ao derrotar a Alemanha por 1 a 0 na estreia das duas equipes na Copa do Mundo . A equipe apostou nos contra-ataques para criar as melhores jogadas da partida, mas disperdiçaram as chances com muitos erros no último passe.

O gol do México foi marcado pelo atacante Lozano, do PSV. O jogador recebeu um grande lançamento de Chicharito na ponta esquerda, driblou a marcação e chutou forte para superar Neuer e garantir o resultado histórico para a seleção.

A partida já começou a todo o vapor. Logo no primeiro minuto, Lozano recebeu pela esquerda, invadiu a área, tentou ajeitar para a perna direita, mas foi travado por Boateng na hora da finalização. A resposta da Alemanha veio no minuto seguinte: Timo Werner recebeu bom passe na direita da área e arriscou de primeira. A tentativa não foi como o atacante queria e a bola foi pela linha de fundo.

Aos 15 minutos, quase gol contra a favor da Alemanha. Kimmich cruza da direita, a zaga tenta cortar, mas Moreno não alcança a bola e engana Khedira, que não viu a bola passando, e ela pegou no pé de Ayala e quase entra contra o próprio gol mexicano.

No entanto, aos 35 minutos o ataque em velocidade deu certo e o México surpreendeu ao abrir o placar. Ozil faz besteira e perde a bola no meio, possibilitando que Chicharito encontre Lozano na ponta esquerda. O atacante do PSV corta Hummels, leva para a perna direita e chuta  forte para vencer Neuer e abrir o placar em Moscou.

A resposta da Alemanha veio apenas dois minutos depois. Kimmich foi derrubado na entrada da área. Kross foi para a cobrança e colocou no ângulo do gol mexicano, mas Ochoa voou, fez uma defesa milagrosa e a bola ainda pegou no travessão. Quase um empate imediato dos alemães, mas o resultado se manteve até o final do primeiro tempo.

No começo do segundo tempo, a Alemanha começou a ter mais espaço para trocar passes e chegou a ter duas chances de gol. Primeiro, kimmich arriscou de perna esquerda de fora da área e mandou bem por cima. Depois, foi a vez de Draxler tentar uma finalização colocada, mas a bola desviou e saiu em escanteio.

O México respondeu novamente em um ataque em velocidade. Chicharito partiu com verticalidade apenas com Boateng na marcação. Vela passou no lado esquerdo, livre de marcação, mas o atacante errou um passe simples e atrasou toda a jogada mexicana, que acabou não dando em nada. Era uma chance claríssima de ampliar a vantagem.

Aos 19 minutos, Kimmich quase marcou um golaço. Após cruzamento da direita, o lateral tentou dar uma bicicleta, sem muita classe, mas a bola passou muito perto do travessão de Ochoa e parou na rede superior do gol mexicano.

A Alemanha começou a se mandar para o ataque e buscar o resultado de qualquer maneira. Com isso, o México continuou utilizando contra-ataques em velocidade, mas perdendo grandes oportunidades. Layún teve três oportunidades: em duas delas, arriscou para fora, na outra, errou um passe fácil em uma jogada onde os mexicanos estavam em maior número.

Aos 38 minutos, Kross arriscou novamente de fora da área. De perna esquerda, o volante alemão conseguiu acertar o alvo, o que já estava difícil para a seleção, mas Ochoa foi bem no canto para fazer a defesa e ficar com a bola.

No final da partida, a Alemanha pressionou o México de todas as maneiras possíveis: arriscou de fora da área, tentou cruzamento na área e enfiadas de bola pelo meio, mas nada deu certo. Aos 43 minutos, a equipe ainda acertou a trave. Após rebote da zaga mexicana, Brandt arriscou um chute improvável de fora da área e acertou no poste direito de Ochoa.