Thiago Davino - Minuto Esportes 471705eb c614 4800 83e0 83fa8c0af33b CSA

O clima era de festa, a torcida compareceu e estava pronta para empurrar o CSA rumo a ponta da Série B, na noite desta sexta-feira (20) no Estádio Rei Pelé. O time marujo flertou com a liderança, perdeu chances claras de gol, mas acabou empatando em 0 a 0 com o líder Fortaleza e perdendo a oportunidade de trocar de posição com o adversário.

Com o resultado, o Fortaleza chegou aos 30 pontos, enquanto o CSA tem 29, mantendo a diferença de dois pontos para o Vila Nova. Na próxima rodada haverá confrontos diretos pelo G4.

O CSA (2º) vai até Goiânia enfrentar o Atlético Goianiense (5º) no Estádio Olímpico. Já o Fortaleza (1º) recebe o Avaí (4º) na Arena Castelão.

O JOGO – 1º TEMPO

Torcida azulina fez a festa antes do início do jogo (Foto: Thiago Davino)

 

Bola rolando no Rei Pelé e o que se viu nos primeiros minutos foram duas equipes precavidas, que atacavam, mas não deixavam brechas para os contra-golpes.

Muitos lançamentos, bolas aéreas e foi justamente assim que veio a primeira chance do jogo. Depois dos 20 minutos, bola na área do CSA, a defesa não cortou e Marcinho de cabeça buscou o ângulo, mas parou em grande defesa do goleiro Lucas Frigeri.

O CSA respondeu minutos depois, com uma chance ainda mais clara. Didira encontrou Walter entrando livre na área, mas o atacante azulino não pegou bem na bola e viu grande defesa do goleiro Marcelo Boeck.

O jogo esquentou de vez depois dos 30 minutos e os dois times buscavam o gol de forma igual. Wilson recebeu na entrada da área e bateu forte, mandando muito perto do gol azulino.

Em seguida, o CSA voltou a atacar e assustar. Saída errada do Fortalea, o CSA recuperou a bola e Ferrugem na entrada da área tirou dois marcadores e bateu para defesa do goleiro do tricolor cearense.

Primeiro tempo movimentado, mas que terminou sem gols no Estádio Rei Pelé.

2º - TEMPO

Veio o segundo tempo e o CSA precisou mudar. Duas importantes peças sentiram e precisaram sair. Walter deu lugar a o estreante Alemão, enquanto Ferrugem foi substituído por Juan.

Em 20 minutos o CSA seguiu crescendo no jogo e perdeu duas chances incríveis, com Niltinho. A primeira, a bola sobrou livre de frente para o gol e o número 7 azulino pegou na “orelha da bola”. Na segunda, bola para encher o pé e mandar cruzado, mas o meia-atacante isolou, para desespero da torcida da casa.

Foto: Thiago Davino

 

O jogo entrou na reta final e ganhou em emoção e tensão. Numa disputa de bola no meio de campo, Derley do Fortaleza deixou o pé em cima de Yuri do CSA.

As chances de vencer o jogo se repetiam, mas o CSA não aproveitava. Alemão fez grande jogada pela esquerda, deixou um defensor no chão e tocou no meio da área, Niltinho deixou passar para Daniel Costa, que de frente para o gol e sem goleiro, tocou fraco e viu a zaga salvar em cima da linha.