Foto: Thiago Davino/MinutoEsportes Ee305e21 78a5 4232 9327 e57c8c1d2c74

O CSA segue líder isolado no Grupo A da Série C. Porém o time marujo segue desperdiçando chances de disparar na ponta e encaminhar a sua classificação para a próxima fase. Na tarde deste domingo (23) a equipe alagoana recebeu o Sampaio Corrêa, empatou em 1 a 1 e frustrou a torcida que compareceu ao Estádio Rei Pelé.

Com 20 pontos, o time do Mutange segue dois pontos a frente do Fortaleza, vice-colocado, mas já empatou três vezes jogando em casa. Antes do Sampaio, Confiança e Cuiabá também arrancaram pontos na capital alagoana.

O próximo compromisso do CSA será novamente em casa, dessa vez contra o Botafogo da Paraíba, time que impôs a única derrota maruja na Série C. Já o Sampaio Corrêa ocupa a 3ª posição com 16 pontos e terá pela frente o ASA, no Maranhão.

O JOGO – 1º TEMPO

Mesmo com as fortes chuvas que caem sobre a capital alagoana, o torcedor do CSA compareceu em bom número ao Estádio Rei Pelé. Mas quando a bola rolou, o que se viu foi um Sampaio Corrêia mais ativo em campo e assustando.

Em menos de dez minutos, o time visitante chegou com perigo por duas vezes. Marlon era o mais perigoso, exigindo grande defesa de Motta e minutos depois, obrigou o zagueiro Thales a tirar a bola em cima da linha.

O time a torcida do CSA estavam tensos, ressabiados com a pressão inicial da equipe maranhense, que parecia querer dar o troco do primeiro jogo realizado em São Luiz do Maranhão, com vitória do time marujo.

Depois dos sustos, o CSA enfim chegou, mas não com tanto perigo. Rafinha cruzou e encontrou Edinho, que emendou chute forte, mas parou em boa defesa do goleiro Alex Alves.

A última chance de perigo, porém, foi do Sampaio Corrêa. Felipe Marques fez boa jogada, tirou dois defensores da jogada, mas acabou esbarrando em grande defesa do goleiro do time marujo. Final do primeiro tempo, 0 a 0.

2º - TEMPO

Na volta para o segundo tempo o CSA parecia mais seguro, não se arriscava tanto e procurava manter a posse de bola. Além disso, o time marujo apostou nas bolas paradas e se deu bem. Daniel Costa sofreu falta na entrada da área, ele mesmo cobrou e mandou para as redes, aos 11 minutos da etapa complementar.

Festa no Rei Pelé. O time marujo poderia se manter isolado na liderança da Série C. Mas o time maranhense não estava entregue e mostrava que continuava perigoso, buscando qualquer espaço deixado pelo time da casa.

Foto: Thiago Davino/MinutoEsportes

Bola na área, atrás de bola na área e o Sampaio Corrêa acabou empatando o jogo. Aos 30 minutos, bola na área e Isac testou forte, sem chances para o goleiro Motta, deixando tudo igual no Rei Pelé.

Assim como em todo jogo, o CSA seguia com dificuldades na criação de jogadas e esbarrava com o “ferrolho” promovido pelo Sampaio, que deixava o jogo travado e com muita marcação no meio de campo.

O CSA bem que tentou na reta final do jogo, mas nada aconteceu e a partida terminou empatada em 1 a 1 no Estádio Rei Pelé.