32a95214 e2c9 4d26 b588 a14718d6271c Pedro foi titular no 4 a 0 contra o Flamengo, em 2016 (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O zagueiro Pedro Henrique ainda não se estabeleceu como titular do Corinthians, mas, mais uma vez, terá a oportunidade de jogar um duelo contra o Flamengo, marcado para este domingo, às 16h (de Brasília), no estádio de Itaquera. Titular por conta da ausência de Pablo, ele também atuou no 4 a 0 contra os cariocas em 2016, ocasião que ficou marcada por uma discussão com o atacante Paolo Guerrero.

Ídolo da Fiel enquanto defendeu o Timão, entre 2012 e 2015, principalmente por ter feito o gol do título mundial de 2012, Guerrero ficou bravo ao ser interpelado pelo jovem defensor quando o placar já apontava 3 a 0. Irritado com a derrota e com as vaias da torcida, o peruano chegou a colocar o dedo em riste para Pedro, que não baixou a cabeça e discutiu bastante com o ex-corintiano, para delírio dos torcedores.

“Foi um dos melhores jogos meus com a camisa do Corinthians”, recorda o atleta de 21 anos, que não gosta muito de lembrar do momento. “Claro que houve aquele momento meu, mas é passado, esquecer, ver o que o professor vai falar para a gente fazer um grande jogo no domingo”, contou o atleta, dizendo-se preparado para acompanhar de perto o camisa 9 rubro-negro.

“Sem dúvida nenhuma, nós dois estávamos com a cabeça quente, agora é diferente. Ele é um grande centroavante, assim como a gente enfrentou Henrique Dourado, é manter a mesma forma, fazer o que o professor pede que eu acredito que vai dar tudo certo”, avaliou o jogador, oriundo das categorias de base, pedindo uma equipe bastante focada no final de semana.

“Temos de manter os pés no chão, temos um adversário dificílimo pela frente, vamos ver o que o professor Fábio vai falar par a agente fazer uma grande partida no domingo. Tem que manter a concentração lá em cima, não podemos vacilar”, discursou o zagueiro.

Com vaga praticamente garantida até o mês de setembro, quando Pablo deve voltar aos gramados, Pedro ainda comentou sobre a contratação do companheiro pelo Timão, acertada nessa semana, e a possibilidade da chegada de mais um nome para a defesa. “Fico muito feliz, Pablo é um grande zagueiro. Se vier zagueiro, vai ser bem vindo, temos campeonatos longos pela frente e vai precisar de elenco encorpado para aguentar até o final do campeonato”, concluiu.