8da4a109 1d32 474a 9503 4f228900e09a

Um dia após a morte do ex-goleiro Max, o Botafogo se despediu nesta quinta-feira de mais um ex-atleta. Perivaldo, de 64 anos, morreu nesta madrugada vítima de uma pneumonia, no Hospital Universitário Gafree e Guinle, na Tijuca, Zona Norte do Rio, onde estava internado havia uma semana.

Nascido na Bahia, o jogador chegou ao Botafogo no final dos anos 70. As boas atuações no clube carioca levaram o lateral-direito a ser convocado para a seleção brasileira nos anos 80. Além do Glorioso, o jogador passou por Palmeiras, São Paulo, Bangu e Yukong Elephants, da Coreia do Sul.

Em 2013, Perivaldo foi descoberto como morador de rua, em Lisboa (Portugal). Amigos se organizaram para ajudá-lo e uma forte mobilização, concentrada no Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro (Saferj), conseguiu um emprego e nova moradia para o ex-atleta.

O Botafogo divulgou uma nota de pesar em seu site oficial:

"Com imenso pesar e tristeza, o Botafogo de Futebol e Regatas lamenta o falecimento de Perivaldo, o Peri da Pituba, ex-jogador do clube. Ele morreu aos 64 anos, na madrugada desta quarta-feira, vítima de pneumonia, no hospital onde estava internado.

O Botafogo decreta luto e solicitará um minuto de silêncio na partida de sábado, contra o São Paulo, no Estádio Nilton Santos. O clube presta solidariedade a familiares e amigos neste momento difícil.

Revelado pelo Bahia, Perivaldo teve seu melhor momento na carreira, onde atuou no fim da década de 1970 e no início da décado de 1980, chegando à seleção brasileira. Botafogo de Futebol e Regatas".