2bd1a108 1acf 4aef 8b9c 19a1e1fc652f Clayson herdou a vaga aberta por Romero na equipe titular do Corinthians (foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O Corinthians já está escalado para enfrentar o Flamengo no domingo, em Itaquera. Avesso ao mistério, o técnico Fábio Carille confirmou que o atacante paraguaio Ángel Romero foi vetado pelo departamento médico e dará lugar ao meia Clayson. Na vaga de Jadson, outro contundido, atuará o também armador Marquinhos Gabriel.

“O Romero está fora do jogo”, avisou Carille, assim que se posicionou na sala de imprensa do CT Joaquim Grava, nesta sexta-feira. Cerca de duas horas antes, o atacante havia voltado a se queixar de uma lesão no músculo adutor da coxa direita (assim como fez no segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense) e abandonado o treinamento do Corinthians mais cedo. “Ele veio para ser testado e sentiu no trabalho. Não sei dizer qual é a gravidade”, continuou o técnico.

Carille gastou mais palavras para falar sobre quem estará em ação contra o Flamengo. O técnico geralmente usa o artifício de não lamentar demasiadamente um eventual desfalque para transmitir confiança no substituto – Clayson, no caso da vaga aberta por Romero.

“O time está decidido. Jogaremos com Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Marquinhos Gabriel, Rodriguinho e Clayson; Jô”, escalou Carille. “A ideia de jogo não muda. Só as características dos jogadores”, minimizou.

O treinador negou que o Corinthians ficará mais exposto defensivamente sem Romero. “O Clayson recompõe tanto quanto. Podem ter certeza. Ele baixa para marcar e é um jogador mais leve, de drible, enquanto o Romero sai para buscar o jogo e triangular. Já o Marquinhos Gabriel é mais no um contra um, deixando a equipe aguda, porque o Jardson armava mais”, diferenciou Fábio Carille.

A formação titular do Corinthians para o compromisso contra o Flamengo será ensaiada no treinamento da manhã de sábado. Nesta sexta-feira, quem participou de parte considerável da vitória por 2 a 0 sobre o colombiano Patriotas, dois dias antes, realizou apenas um trabalho regenerativo no CT Joaquim Grava.