Foto: Thiago Davino/MInutoEsportes 08fddf2d 7a9a 46f5 ae74 f2c4762c5b3a Time marujo retomou a liderança do Grupo A

Não foi fácil, mas o CSA três importantes pontos no Campeonato Brasileiro da Série C. Na tarde e noite deste domingo (30), o time alagoano recebeu o Botafogo da Paraíba no Estádio Rei Pelé, saiu atrás do marcador, mas conseguiu a virada no segundo tempo e garantiu a vitória por 2 a 1.

A vitória levou o CSA aos 23 pontos, retomando a liderança que estava de forma provisória com o Fortaleza, que tem 21. O time marujo agora vai jogar fora de casa, no Maranhão diante do Moto Club. O Botafogo-PB agora acumula cinco derrotas consecutivas, soma 14 pontos e ocupa a 6ª posição. O próximo compromisso do time paraibano é o Salgueiro no interior de Pernambuco.

O JOGO

Na primeira etapa o CSA teve mais volume de jogo, mas não convertia em chances de gol. O time marujo tinha problemas na criação de jogadas e esbarrava na defesa bem postada do time do Botafogo da Paraíba.

A bola não chegava em Daniel Costa, que não conseguia acionar o atacante Michel Douglas. As investidas do time alagoano aconteciam boa parta com Marcos Antônio e Rafinha pelo lado esquerdo e Edinho e Dick pelo lado direito.

O Botafogo que muito esperou para ver a postura do CSA, passou a se soltar e sair para o jogo. Após alguns sustos, o time visitante acabou por castigar a equipe da casa. Aos 43 minutos, bola na área do CSA, Mota sai mas não consegue segurar a bola, a defesa não afasta e Dico bate para o gol vazio. Gol do “Belo” que silenciou o Rei Pelé, no último grande lance do primeiro tempo.

Foto: Thiago Davino/MinutoEsportes

Na volta para a segunda etapa, o CSA voltou com mudança. Marcos Antônio que era o capitão do time, deixou o campo com um corte na perna e deu lugar a Gustavinho. O avante criou grande jogada logo nos primeiros minutos e passou para Edinho, que de frente para o gol, mandou na trave.

A postura do CSA era mais agressiva no segundo tempo. Em falta na entrada da área, Daniel Costa bateu com estilo, rasteira e por muito pouco não surpreendeu o goleiro Michel Alves que mandou para escanteio. Mas na sequencia da jogada, Daniel Costa cobrou escanteio e viu o zagueiro Thales subir mais que todo mundo e testar para as redes, deixando tudo igual no “Trapichão”.

Depois do gol de empate a partida ficou aberta. A todo momento as equipes se arriscavam. O CSA tentou, mas deixou espaço e no contra-golpe do Botafogo, o ex-jogador azulino, Rafael Oliveira recebeu e mandou no travessão.

Mas quem estava em melhor momento e se deu melhor foi o CSA. Aos 32 minutos, Dawhan arriscou de fora da área, emendando um chute forte, que desviou no lateral Dick e morreu no fundo do gol. Virada e muita festa no Estádio Rei Pelé.

Até o final do jogo, os times seguiram brigando por cada pedaço de campo, mas o CSA garantiu a importante vitória diante do Botafogo da Paraíba por 2 a 1.