78f3b54a b77b 40f1 9606 894e6b0d8fb8 Ceni não aceitou abrir mão de parte da multa (Foto: Fabiano Mesquita/Estadão Conteúdo)

Demitido do São Paulo no último dia três, Rogério Ceni não abriu mão de parte da multa pela sua saída. O clube do Morumbi tentou convencer o treinador, que não aceitou.

De acordo com informações do jornalista Jorge Nicola, da Rádio Bandeirantes, o comandante, que curte um período de descanso nos Estados Unidos, não quis sequer abrir negociação e exige o pagamento de 100% da multa, no valor de R$ 5 milhões.

Para não prejudicar muito o fluxo de caixa, o presidente do Tricolor, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, vai tentar convencer Ceni a receber o pagamento em dez parcelas.

Além do alto valor, a multa vai render mais dor de cabeça a Leco. Os conselheiros do clube exigem uma reunião para pedir explicações do mandatário sobre a situação.