Foto: Thiago Davino/MinutoEsportes 5c629c68 7fca 4364 b756 04fcb14ff0ad CSA x Remo

Se não foi o melhor jogo na Série C, serviu para mostrar que o time pode render muito mais nesta reta decisiva da competição nacional. O CSA dominou o Remo na tarde deste sábado (12) e com um gol em cada tempo bateu o adversário paraense por 2 a 0, ficando ainda mais perto da classificação.

 

A vitória mantém o CSA na liderança do Grupo A da Série C, agora com 27 pontos. Na próxima rodada o CSA terá pela frente o Confiança em Aracaju. O Remo segue com 18 pontos e pode perder a 4ª posição e terá como próximo compromisso o Botafogo-PB em Belém do Pará.

 

O JOGO – 1º TEMPO

 

Quando a bola rolou no Rei Pelé, o CSA se mostrava precavido, uma vez que enxergava o Remo buscando espaço nos primeiros minutos. Mas o time da casa conseguia manter a posse de bola e o domínio territorial na partida.

 

Porém, a primeira chance de perigo veio com mais de 15 minutos de jogo. Daniel Costa bateu cruzado na área e o zagueiro Jorge Felipe chegou atrasado, levantando a torcida azulina no “Trapichão”.

Foto: Thiago Davino/MinutoEsportes

 

O CSA seguia atacando e o Remo parava na base das faltas. Em uma dessas oportunidades, o time marujo abriu o placar. Aos 35 minutos, Rafinha bateu forte e marcou um golaço, colocando a equipe alagoana na frente do marcador.

 

Após sofrer o gol, o Remo adotou uma postura mais defensiva, que não permitia o CSA criar muitas possibilidades, apesar da empolgação. Aos 47 minutos, final do primeiro tempo com vitória parcial do “Azulão do Mutange” por 1 a 0 .

 

2º - TEMPO

 

Na volta para o segundo tempo o Remo bem que tentou segurar o ímpeto do CSA, que seguia melhor no jogo. Aos poucos, o time marujo ganhava espaço e assustava. Primeiro com Daniel Alves que mandou próximo do gol, depois com Michel que parou no Vinicius e em seguida com Edinho, que bateu rasteiro na trave.

 

A insistência viria dar resultado. O tempo passou, mas o CSA persistiu e chegou ao segundo gol, que deu uma certa tranquilidade ao time da casa. Aos 39 minutos, Edinho avançou e tocou por cima para Didira, que ganhou no corpo do defensor rival e tocou de cabeça por cima do goleiro. 2 a 0 e muita festa no Rei Pelé.

Foto: Thiago Davino/MinutoEsportes

 

O jogo ficou aberto. O CSA tentava fazer mais um, enquanto o Remo buscava um milagre no final do jogo. Primeiro, França testou e exigiu grande defesa do goleiro Mota. Minutos depois, Caíque que entrou no lugar de Daniel Costa, bateu forte e parou no goleiro Vinicius.

 

Final de jogo no Estádio Rei Pelé, CSA 2 x 0 Remo.