Foto: JL Rosa/Agência Diário Cb64bee9 e6ab 453c b617 4f6084b2385a

O sonho do acesso segue cada vez mais vivo para o CSA. O time marujo foi até a capital cearense na noite deste domingo (27), saiu na frente e esteve próximo da vitória, mas sofreu o gol de empate do Fortaleza. Apesar do placar de 1 a 1, a equipe alagoana garantiu a sua classificação antecipada para a fase de mata-mata do Campeonato Brasileiro da Série C.

Com o resultado, o CSA segue na segunda posição, agora com 28 pontos e poderia ser alcançado pelo Cuiabá, primeiro time fora do G4. Porém, a equipe alagoana seguiria levando a vantagem no número de vitórias, que hoje é de 7 contra 4.

O próximo compromisso do CSA será diante do Salgueiro no Estádio Rei Pelé e na última rodada terá pela frente justamente o Cuiabá, fora de casa.

O JOGO

Quando a bola rolou na Arena Castelão,  o que se via era um CSA frio, que precisava do resultado para garantir a sua classificação e um Fortaleza pressionado, que necessitava do resultado para se manter na briga pela classificação.

Com dois times que não poderiam errar, o jogo se mostrou pegado e até certo ponto truncado no meio de campo. Uma das poucas chances de perigo na primeira etapa, veio através de Hiago, que bateu da entrada da área e exigiu grande defesa do goleiro Mota.

O CSA só assustou nos últimos minutos. O time marujo trabalhou bem e a bola sobrou para Daniel Costa, que bateu com estilo e exigiu grande defesa do goleiro Boeck do tricolor cearense.

O segundo tempo reservaria grandes emoções. Logo no primeiro minuto, a torcida que comemorou foi a que estava em menor numero. O zagueiro Jorge Felipe tinha o domínio da bola, foi carregando, e ele mesmo lançou o atacante Michel, que sozinho, tocou com estilo na saída do goleiro rival, colocando o CSA na frente do marcador.

A situação do Fortaleza era ainda mais complicada. A torcida da casa se dividia entre vaias, cobranças e apoio ao time. Dessa forma o tricolor atacava na base do abafa, mas também deixava espaços, tornando o jogo mais movimentado.

A insistência deu resultado. Aos 32 minutos, Leandro Lima tocou rasteiro na área, Celsinho não conseguiu cortar e Hiago dominou e tocou na saída do goleiro Mota, deixando tudo igual no Castelão.

A partir daí o Fortaleza passou a pressionar e por muito pouco não vira, quando Leandro Lima aproveitou sobra de bola e bateu rente a trave do goleiro azulino. O Fortaleza atacava, o CSA contra-atacava, mas desperdiçava as chances, errando passes e falhando nas investidas.

Aos 49 minutos, o árbitro encerrou o jogo com placar de 1 a 1 em Fortaleza.