Equipe de Rogério Ceni somou nova derrota no Brasileirão e agora está na zona de rebaixamento (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O técnico Rogério Ceni não perdoou a arbitragem após a derrota do São Paulo para o Flamengo por 2 a 0. Segundo o treinador, a falta marcada pelo árbitro Leandro Vuaden, que resultou no gol de Guerrero, não existiu. Com o resultado, o Tricolor caiu para a 17ª colocação na tabela e agora figura na zona de rebaixamento, e o ex-goleiro acredita que o juiz do duelo na Ilha do Urubu teve influência direta no resultado.

“O time vinha bem até que o Vuaden conseguiu encontrar uma falta para o Flamengo. Mais do que isso, conseguiu botar dez metros de distância na barreira. Quem bateu falta a vida inteira sabe que a chance de gol é muito grande. Quando o Júnior [Tavares] foi bater uma falta, ele também colocou dez metros de distância a favor do São Paulo, mas naquele momento já não adiantava mais”, disse Rogério Ceni.

Antes do primeiro gol do Flamengo, o São Paulo vinha conseguindo neutralizar os donos da casa. Os minutos iniciais na Ilha do Urubu foram marcados pelo equilíbrio e por uma disputa bastante truncada entre as duas equipes. Após Guerrero balançar as redes, o time tricolor se abalou e logo em seguida acabou sofrendo outro golaço, desta vez em belo arremate de Diego.  Para Ceni, um momento de desatenção custou o resultado.

“Os goleiros não vinham trabalhando muito até o gol, o jogo estava equilibrado. Havíamos neutralizado o meio-campo. Botamos três volantes, um de contenção, que foi o Jucilei, e mais dois homens para tentar puxar os contra-ataques [Petros e Wesley] com Marcinho e Cueva. Na hora que sai o gol, cinco minutos depois perdemos a concentração e tomamos o segundo. Aí fica difícil ter um poder de reação”, comentou o treinador são-paulino.

Minimizando os erros de sua equipe e colocando certa parcela de culpa da derrota do São Paulo em Leandro Vuaden, Rogério Ceni, entretanto, reconheceu o bom desempenho do Flamengo na partida e destacou o papel de Diego. “O Flamengo se postou bem, próximo à linha da grande área. Diego foi muito importante para o Flamengo. Eles saíram na frente, fizeram dois gols e tiveram até a oportunidade de fazer o terceiro em contra-ataques”.

Restando apenas o Campeonato Brasileiro para disputar, o São Paulo retorna para a capital paulista ainda neste domingo. Com folga programa na segunda-feira, o elenco volta a trabalhar apenas na próxima terça e terá uma semana inteira para realizar ajustes para o clássico fora de casa contra o Santos, no próximo domingo.