Foto: Cecília Rodrigues

O esporte nos seus bastidores foi discutido em mais uma edição do Fórum Permanente de Gestores Municipais de Esporte, realizado pela Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj). O evento realizado nesta terça-feira no auditório do Cesmac, reuniu gestores municipais, dirigentes de federações, atletas e estudantes de educação física para aprender e discutir sobre captação de recursos federais e organização de eventos esportivos.

A primeira palestra foi ministrada pelo assessor do Departamento de Incentivo e Fomento ao Esporte do Ministério do Esporte, Luiz Ricardo Montenegro, que reforçou a necessidade de entidades esportivas e atletas se profissionalizarem.

“Hoje existe uma cultura de que o poder público deve apoiar e ponto. Mas existe a contrapartida, seja no devido cadastramento, na prestação de contas, na utilização da marca, entre outra situações. Esporte é saúde, é lazer, mas quando se trata de rendimento, deve ser tratado com seriedade e profissionalismo”, afirmou.

Outro tema abordado foi o planejamento e a organização de eventos esportivos, através do vice-presidente da Confederação Brasileira de Handebol, o alagoano Ricardo Souza. “As pessoas precisam entender que tudo deve ser planejado. Não dá para você organizar um evento esportivo sem avaliar todos os detalhes de uma competição, como custos, estrutura, tratamento com os atletas, com o público, premiação, entre outras situações”, disse.

No intervalo de cada palestra, os participantes interagiram através de perguntas e tiraram as suas dúvidas. Por sinal, a participação do público foi considerada satisfatória, tendo em vista que além de representantes locais, gestores de municípios como Arapiraca, Cajueiro, Delmiro Gouveia, Jacaré dos Homens, Olho D’água das Flores e Taquarana, participaram do evento.

A secretária do esporte, lazer e juventude, Claudia Petuba, lembrou que desde a primeira edição do fórum, o objetivo é justamente levar conhecimento aos desportistas e compartilhar experiências.

“Nós recebemos diariamente gestores municipais, presidentes ou representantes de federações e entidades esportivas solicitando apoio de material ou para realização de eventos e vontade não falta, mas devemos seguir uma série de leis, regras e pré-requisitos para poder proceder com estes processos. Dessa forma, o fórum em cada uma das suas edições, traz palestras diferentes e amplia o sue público para tratar do esporte de forma profissional e cidadã”, concluiu.