Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A disputa entre Edinson Cavani e Neymar segue causando polêmica no meio do futebol. Nesta quarta-feira, Diego Forlán, compatriota do centroavante uruguaio, defendeu o camisa 9 e afirmou que o brasileiro agiu como uma criança.

"Cavani merece respeito. Há anos que marca gols e bate as grandes penalidades. Neymar não teria feito a Messi o que fez a Cavani, agiu como uma criança", repudiou o ex atleta, em declarações à Radio Sport 890 .

No último domingo, quando o PSG derrotou o Lyon em partida do Campeonato Francês, o brasileiro e o camisa 9 protagonizaram algumas cenas de disputa em bola parada. Em um primeiro momento, Dani Alves não deixou Cavani cobrar falta e entregou a bola para o compatriota, e, em seguida, o centroavante se recusou a deixar Neymar bater um pênalti, antes de desperdiçar a cobrança.

"Era um problema entre Neymar e Cavani, são coisas que acontecem em todas as equipes. A atitude de Alves, de tirar a bola a Cavani para entregá-la a Neymar, não tem qualquer sentido", completou.

O jornal Le Parisien noticiou que haverá uma reunião na sede do clube nesta quarta. O encontro, que contará com a participação dos dois jogadores, do técnico Unai Emery e do presidente, servirá para definir os batedores oficiais da equipe azul e vermelha.

Já o também francês L'Equipe , na última segunda-feira, apontou que o clima entre Neymar e Cavani após as disputas dentro de campo não foi nada amistoso. Conforme o tabloide, os atacantes tiveram uma declaração no mínimo acalorada nos vestiários, e o zagueiro e capitão Thiago Silva teve que intervir, antes que os companheiros partissem para a agressão física.