Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Raul Cabral oriente Ednei na volta do intervalo no Almeidão (Foto: Raphael Lemos)

As duas noites de sono entre a derrota de segunda-feira e a manhã de trabalho nesta quarta fizeram bem ao Tombense. O tempo serviu para os jogadores digerirem o revés no jogo de ida das quartas de final da Série C, em que o Gavião acabou batido em casa por 2 a 0 pelo CSA, e voltarem ao trabalho animados para reverter o quadro em Maceió.

De acordo com o zagueiro Ednei, o grupo teve uma boa conversa durante a manhã e os jogadores se mostraram confiantes em dar o troco na equipe do CSA e buscar a classificação, principalmente se levado em conta o que foi observado no campo quando ambas as equipes estavam com 11 jogadores.

– Hoje tivemos uma conversa melhor, todo mundo está mais animado para o jogo, sabendo que podemos buscar a vitória lá. Até porque, antes da expulsão, sentimos que ganharíamos o jogo, estávamos bem na partida. Não esperávamos uma expulsão daquela e, logo em seguida, o gol. Mas está todo mundo acreditando, porque não foi fácil conseguir a classificação, pegamos praticamente quatro decisões na fase de grupos. Chegamos e agora continuamos a acreditar. Vamos buscar a classificação – contou o defensor.

Segundo o camisa 4, após a expulsão de Natan, a ideia era não sofrer mais gols e tornar a missão em Alagoas mais contornável, como lembrado na volta do intervalo pelo técnico Raul Cabral. Como isso não foi possível, agora cabe ao elenco mostrar poder de superação.

– Tínhamos conversado no vestiário, com um a menos, sabendo que tinha o jogo de volta, não podíamos nos expor. Era talvez armar um ou dois contra-ataques para conseguir o empate. Ele pediu para ter atenção máxima para não tomar mais gols e complicar a situação. O 1 a 0, pela circunstância do jogo, estava confortável. Seguramos, mas infelizmente o jogador deles foi muito feliz no chute nos acréscimos e jogou esse balde de água fria. A confiança está alta, nós, atletas profissionais, sabemos que é necessário bem mais que um jogo desses para derrubar nossa autoestima. Se quisermos uma coisa melhor na nossa vida profissional, temos que mostrar nesses momentos que estamos preparados para coisas grandes – destacou.

CSA e Tombense voltam a se enfrentar na segunda-feira, às 20h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. A equipe alagoana pode até perder por um gol que sobe. Vitória mineira por 2 a 0 leva o jogo para os pênaltis. Êxito por três gols de diferença ou por dois, a partir de 3 a 1, garante o Gavião na Série B.