Felipe Melo se envolveu em nova polêmica nas redes sociais e acabou sendo vítima de racismo. Nesta segunda-feira o volante rebateu um torcedor do Peñarol, que questionava a redução da pena imposta ao Palmeiras pela Conmebol.

O uruguaio classificou como “incrível” a mudança na decisão da entidade sul-americana. “A Conmebol primeiro diminui a sanção a Felipe Melo, e logo baixa a punição aos torcedores do Palmeiras, isso é incrível”, escreveu.

Em seguida, o Pitbull respondeu com um “#chupa”, ao que foi replicado pelo uruguaio. “(risos) o brasileiro me respondeu, macaco”.

Classificado às oitavas de final, o Palmeiras precisará disputar apenas uma partida na condição de visitante sem o apoio de sua torcida na Copa Libertadores. A Conmebol, organizadora do torneio continental, confirmou a redução da pena do clube alviverde nesta segunda-feira.

Em função da confusão que marcou o jogo contra o Peñarol, com jogadores brigando em campo e torcedores nas arquibancadas, o Palmeiras a princípio foi condenado pela Conmebol a disputar três jogos sem torcida como visitante. O clube contestou a medida e conseguiu reduzir a pena para apenas uma partida.

O Palmeiras já havia sido bem-sucedido na tentativa reduzir o gancho do volante Felipe Melo, um dos protagonistas da confusão contra o Peñarol. Punido pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol com seis jogos de suspensão e uma multa de US$ 10 mil, ele teve a medida reduzida à metade pela Câmara de Apelações.

O Palmeiras enfrenta o Barcelona de Guaiaquil às 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, no Estádio Monumental. No Equador, o time alviverde cumpre a pena de jogar sem torcida por uma partida e Felipe Melo será impedido de atuar pela última vez. O jogo de volta, no Palestra Itália, está marcado para 9 de agosto.