Projovem Urbano será lançado em nove municípios de Alagoas

  • 02/04/2009 11:34
  • Maceió
O governador Teotonio Vilela e a secretária da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, Wedna Miranda, farão o lançamento do Projovem Urbano nos próximos dias 2, 3 e 4 de abril,  nos nove municípios alagoanos a serem beneficiados. O evento contará ainda com a presença da coordenação nacional do programa e dos 4.300 alunos contemplados nessa primeira etapa. Um deles receberá o material escolar durante a solenidade, composto por duas camisas, mochila e estojo, que serão distribuídos a todos os participantes na próxima segunda-feira (6), às 18 horas, quando as aulas serão iniciadas simultaneamente nos nove municípios.

Delmiro Gouveia é o primeiro município a receber o programa na quinta-feira (2), às 10 horas; em seguida, a comitiva se dirige a Santana do Ipanema, quando fará o lançamento às 13 horas e Palmeira dos Índios será na sequência, às 15 horas. Na sexta-feira, é a comitiva estará em Matriz de Camaragibe às 10h30 com o evento; em Viçosa, às 13 horas e Pilar, às 15 horas. O último dia de lançamento do Projovem Urbano será no sábado, às 9 horas em Coruripe, às 13h em Teotônio Vilela, e às 15 horas em São Miguel dos Campos.

Nessa primeira etapa o programa visa a reinserção dos jovens de 18 a 29 anos no processo de escolarização, a identificação de oportunidades potenciais de trabalho, a capacitação dos jovens para o mundo do trabalho, a participação dos jovens em ações coletivas de interesse público, a inclusão digital como instrumento de inserção produtiva e de comunicação e a ampliação do acesso à cultura.  

“Considerando os índices de vulnerabilidade dos nossos jovens alagoanos estamos dando uma grande oportunidade para eles e criando uma expectativa de sucesso, pela proposta do programa e na forma como a coordenação estadual vem conduzindo todo o processo, colocando Alagoas como um dos estados onde a procura por matrículas superou o esperado”, afirmou Wedna Miranda.

Os nove municípios alagoanos contemplados juntos teriam 3.500 jovens e a coordenação estadual pediu a ampliação do número de vagas para atender a demanda de algumas cidades. As matrículas ficaram abertas de 2 de dezembro de 2008 a 28 de março de 2009. Após a conclusão Alagoas atingiu 4.300 matriculados.  Em Palmeira dos Índios, Delmiro Gouveia, Coruripe e São Miguel dos Campos serão 600 jovens atendidos e os demais municípios contarão com 400 alunos.

A coordenação do Projovem Urbano de Alagoas chegou a ser parabenizada em Brasília durante reunião onde foi apresentado o estado como o primeiro lugar no número de matriculados, a frente de estados como Rio de janeiro e Paraná, entre outros.

“Nossa equipe serviu de referência para os outros estados. Essa é uma das maiores apostas para a qualificação de jovens, principalmente os que estão em situação de vulnerabilidade, porque o programa vai trabalhar o desenvolvimento e o resgate humano. Devido a dimensão, essa iniciativa só tem a contribuir com a mudança de vida desses jovens. Após o término das aulas, eles terão uma expectativa para entrar no mercado de trabalho”, explicou Quézia Freitas, coordenadora executiva do Projovem Urbano em Alagoas.

O Projovem Urbano é um programa do governo federal, em parceria com os estados, que combina, de forma inovadora, a formação do ensino fundamental com iniciação profissional e práticas de cidadania, além de acesso à informática.
Em uma primeira etapa terá investimentos de R$ 10 milhões e vai atender a jovens que saibam ler e escrever e que estão em situação de vulnerabilidade social. Os que tiverem pelo menos 75% de freqüência receberão uma bolsa no valor de R$ 100, por 20 meses.