Jogadores do Gaúcho se envolveram em polêmica

Quatro atletas do Sport Club Gaúcho se envolveram em polêmica e foram afastados pelo clube. Os jogadores do time da cidade de Passo Fundo, no interior do Rio Grande do Sul, aparecem em um vídeo de masturbação coletiva no vestiário. Todos eram titulares do grupo que disputa a terceira divisão do Campeonato Estadual.

As imagens que vazaram no WhatsApp mostra três jogadores em uma cena de masturbação no vestiário da equipe. O outro atleta afastado gravou o material.

O vídeo ganhou grande repercussão na Internet e os jogadores logo foram afastados do clube. O presidente do Sport Club Gaúcho afirma que a decisão não tem cunho homofóbico.

"O Gaúcho teve uma das primeiras torcidas homossexuais do interior. Tivemos a nossa Coligay em 1980, quase 40 anos. Não temos qualquer preconceito, não somos guardiões de moral e não temos poder de polícia para monitorar o que jogadores fazem nas folgas. O que houve foi um ato de indisciplina. Desde o início da temporada, todos sabiam que não poderiam envolver o Gaúcho em imagens e vídeos sem autorização da direção. Se o vídeo tivesse caráter heterossexual, a mesma providência seria tomada", disse Gilmar Rosso ao 'Zero Hora'.