Rubens Chiri-SP Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O primeiro tempo do CSA diante do São Paulo animou a sua torcida, que acabou se frustrando no segundo tempo. Na noite desta quinta-feira (15), o time marujo pressionou, criou chances de gol, não marcou e acabou penalizado na segunda etapa pelo tricolor paulista, cirúrgico, que venceu 2 a 0.

Eliminado da Copa do Brasil o tricolor paulista deixou de ganhar R$ 1,4 milhão e ainda viu o tricolor levar 60% da renda da partida no Rei Pelé, ficando com os 40% restante.

No próximo domingo o CSA recebe o Dimensão Saúde no “Trapichão”, para voltar a se aproximar do líder CRB.

O JOGO

O que se viu no primeiro tempo foi um CSA disposto a atacar, empurrado pela sua torcida e um São Paulo lento, com dificuldades na criação de jogadas e sofrendo com as investidas azulinas.

Pelo CSA, Talisson, Leandro Kível e Dawhan tentaram e passaram perto ou pararam no goleiro Sidão. O tricolor ppaulista ficou muito perto com Rodrigo Caio, que viu a bola sobrar livre dentro da área, mas bateu mal na bola e mandou para fora.

Rafinha e Talisson ainda insistiram no primeiro tempo, mas pararam novamente em defesas do goleiro Sidão. Final do primeiro tempo no Rei Pelé, 0 a 0.

Veio a segunda etapa e o jogo era outro. O São Paulo estava mais atento e já não permitia as investidas do CSA com frequência. Para frear ainda mais o ímpeto do time alagoano, a equipe paulista abriu o placar.

Aos 3 minutos, Cueva tabelou com Marcos Guilherme, a zaga do CSA ficou vendida, e a bola sobrou para Nenê, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. São Paulo 1 a 0.

O São Paulo seguiu atacando e levou perigo com Diego Souza, que exigiu grande defesa de Mota. Minutos depois, mais precisamente aos 15, Diego Souza invadiu a área e foi derrubado por Mota. Pênalti. Cueva foi para a cobrança e mandou para as redes.

Depois do segundo gol o São Paulo jogou com a vantagem embaixo do braço. Os dois treinadores, Flávio Araújo do CSA e Dorival Junior do São Paulo, mudaram seus times de acordo com as suas necessidades e mudaram o ritmo do jogo.

O tempo passava e o tricolor paulista administrava o resultado. O CSA ainda sofreu uma baixa. Yuri foi expulso de campo. Mesmo assim, nada mudou em campo e o São Paulo saiu classificado ao vencer o CSA por 2 a 0.