Thiago Davino - Minuto Esportes Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Rafael Tenório

O CSA não tem vivido dias fáceis neste início de temporada. Pressionado depois da eliminação na Copa do Brasil, o clube decidiu mudar de treinador, trocando Flávio Araújo por Marcelo Cabo, que ainda será apresentado. Porém, um novo problema surgiu neste domingo (18), após o vazamento de um áudio do presidente, Rafael Tenório, criticando conselheiros do clube, por supostas críticas e difamações contra o futuro técnico, colocando em risco inclusive, a contratação.

O áudio de aproximadamente 6 minutos de duração, foi enviado pelo presidente Rafael Tenório ao grupo do aplicativo “Whatsapp”, que tem como participantes, dirigentes e conselheiros do clube do Mutange.

No desabafo, o presidente faz duras críticas aos conselheiros que vem criticando o nome de Marcelo Cabo para ser o presidente, citando o problema pessoal que o profissional teve em janeiro de 2017.

Na oportunidade, Marcelo Cabo, que treinava o Atlético Goianiense, passou mais de 40 horas desaparecido e foi encontrado em um motel de Goiânia. Na oportunidade, a Polícia Militar informou descartou a possibilidade de sequestro ou que o treinador tivesse sofrido qualquer tipo de violência e que comentários de foro íntimo, seriam feitos apenas pelo clube ou a assessoria do profissional.

Marcelo Cabo no Estádio Rei Pelé em jogo do Atlético-GO contra o CRB (Foto: Atlético-GO)

 

Rafael Tenório deixou claro em um dos textos, que não se importa com problemas extra-campo que qualquer profissional tenha passado. “Quando eu vou contratar um profissional, não peço fidelidade conjugal, não procuro saber da sua opção sexual. Contrato pelo currículo, capacidade, competência e profissionalismo”, afirmou e reforçou as críticas.

“Vocês estão tentando desmoralizar o moço (Marcelo Cabo). Como vocês podem querer respeito, se vocês não estão respeitando. Como vocês vão querer, que esse moço quando perder um jogo, a nossa torcida, motivada por formadores de opinião, falaram esse cara é gay? Muitos dos senhores deveriam fazer uma reflexão”, completou.

Tenório chegou a afirmar no áudio, que já estava tomando as providências para que o treinador não viesse à Maceió para assumir o clube e ainda disse, que os conselheiros deveriam contratar e mudar o clube, desde o presidente até o mais simples funcionário.

Apesar da repercussão do áudio e possibilidade de cancelamento da contratação, o MinutoEsportes apurou que Marcelo Cabo estará no Rei Pelé assistindo a partida entre CSA e Dimensão Saúde e a sua apresentação