Foto: Carlos Costa/Futura Press/Folhapress Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Equipe azulina garantiu a vitória com gol do atacante Michel DouglasO CSA se recuperou da melhor maneira possível, no Brasileiro da Série B. Na noite desta sexta-feira (01), o time alagoano foi até Goiânia enfrentar o Vila Nova, soube se defender, marcou com Michel Douglas e garantiu a vitória por 1 a 0, permanecendo na vice-liderança da competição nacional.

A vitória levou o CSA aos 18 pontos na tabela de classificação. O time marujo até pode ser alcançado em pontos por Avaí e Paysandu, mas tem 6 vitórias contra 4 dos rivais que ainda jogam nesta rodada.

O próximo compromisso do time azulino acontece já na próxima terça-feira, dessa vez em casa, perto da sua torcida, diante do Guarani, às 20h30.

O JOGO

Quando a bola rolou no Serra Dourada,o CSA tratou de assustar o Vila Nova. Pouco mais de 10 minutos de jogo, Ferrugem arriscou de fora da área e mandou perto do gol defendido por Matheus Pasinato.

Mas quem imaginou que o CSA iria dar sequencia, viu o time da casa assumir o comando da partida. Primeiro, Reis recebeu na área e exigiu boa defesa do goleiro Cajuru. Não demorou muito e o Vila chegou novamente, quando Ramon recebeu na área e mandou por cima da baliza azulina.

O CSA se defendia e buscava cadenciar o jogo, diminuir o ímpeto do Vila Nova. Ainda no primeiro tempo, a equipe goiana quase abre o placar, com ajuda do time alagoano. Bola na área azulina, o artilheiro Michel Douglas tentou afastar e por pouco não marca contra. Sorte que o goleiro Cajuru estava atento e defendeu.

As emoções voltaram junto com o segundo tempo. Os treinadores passaram a fazer suas alterações, mas o CSA definiu com quem estava em campo. Ainda do campo de defesa, Yuri lançou Michel Douglas, que ganhou de defesa rival e bateu forte, na saída do goleiro Matheus.

Placar aberto em Goiânia e festa azulina. O resultado mantinha o CSA na segunda posição da tabela de classificação, independente dos resultados da oitava rodada da Série B, que será encerrada neste sábado.

Depois do gol, o Vila Nova iniciou a sua pressão que iria durar até o final do jogo. A melhor chance veio com Felipe Silva, que recebeu cruzamento e testou à queima roupa, parando em grande defesa de Cajuru. Na sobra, o mesmo atacante bateu e viu a bola seguir pela linha de fundo.

A pressão era desorganizada e dessa forma, o CSA conseguiu se fechar em sem campo de defesa e garantir o resultado final. Vila Nova 0 x 1 CSA.