Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Volante Feijão foi o grande alvo da torcida regatiana

O protesto organizado por torcedores do CRB no Centro de Treinamento do clube, na Barra de São Miguel, teve vários alvos, mas o principal deles foi o volante Feijão. Agredido, o jogador se pronunciou oficialmente e desabafou sobre a violência no futebol

Leia Mais: Vídeo: Torcedores protestam contra má fase do CRB e intimidam jogadores no CT

O jogador que se preparava para iniciar o treinamento, foi cercado por torcedores e acabou agredido, com empurrões, além de socos na cabeça e no abdômen. A agressão não foi pior porque companheiros do elenco e a PM evitaram um problema maior.

“Estou meio chateado, pois eu não esperava isso, não esperava ser agredido. Mas infelizmente já faz parte do futebol, está virando moda já o torcedor invadir o CT dos clubes. É meio complicado de lidar, já estamos acostumados com a violência no futebol... Mas agora é bola pra frente, que Deus abençoe os torcedores do CRB e vida que segue”, comenta o atleta, que optou por não prestar queixa na polícia por agressão. 

Atualmente na reserva da equipe, Feijão vem trabalhando para recuperar o espaço e ajudar o CRB na Série B, competição que a equipe alagoana está na 18º colocação, com 21 pontos. “A gente está com um momento complicado na Série B, mas vamos sair dessa. Vou mostrar aos torcedores que dentro de campo tenho capacidade de voltar a jogar e estou esperando só a minha oportunidade”, projeta o atleta.

Feijão chegou ao CRB no dia 23 de janeiro e estreou pelo clube na goleada de 5x0 sobre o Santa Rita, com direito a gol na estreia. Ao todo são 23 partidas pelo clube contando Alagoano, Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Série B. Revelado pelo Bahia, onde fez 97 jogos pelo profissional, Feijão também acumula passagens por Flamengo e Atlético-GO.

*Assessoria