1301881439capa chave de braao Nasser Al-Khelaifi, dono do PSG (Foto: KENZO TRIBOUILLARD)

Os diários "AS" e "Sport" apontaram, no final desta terça-feira, que o presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al Khëlaifi, deixou o Marrocos, onde participava de uma conferência sobre o futebol africano para comparecer a uma reunião de emergência no clube francês. Ainda de acordo com os jornais, um dos temas conversados deve ser a proposta por Neymar.

O "AS" ainda vai mais fundo e aponta que o pai de Neymar também viajará para Paris e participará da reunião. O diretor esportivo do clube, Antero Henrique, também deve estar presente. 

O repórter do Esporte Interativo e blogueiro do LANCE!, Marcelo Bechler, cravou que o brasileiro aceitou a proposta do Paris Saint-Germain. O clube francês vai pagar integralmente a multa rescisória de 222 milhões de euros (R$ 809 milhões) e o anúncio será feito em duas semanas. 

Segundo Bechler, o projeto do PSG foi decisivo para convencer Neymar a dar adeus ao Camp Nou. Na equipe parisiense, comandada por Unai Emery, Neymar seria o principal protagonista, além de reeditar dupla com o amigo Daniel Alves, lateral-direito recém-chegado.