Foto: Eduardo Vieira/RCortez/CSA Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Técnico Marcelo Cabo em coletiva nesta quinta-feira

O último treino do CSA para a partida contra o Londrina foi deixado em segundo plano. O assunto principal da coletiva do técnico Marcelo Cabo, foi o problema extra-campo com o atacante Walter, que foi liberado para concluir o tratamento do problema no joelho na sua casa, no Estado de Goiás.

Habitualmente o treinador fala antes de todos os jogos do time marujo, mas dessa vez, as perguntas fugiram do tema campo e partiram para o problema de indisciplina do jogador, que teria ameaçado um funcionário da Eletrobrás com uma arma de brinquedo.

“Não traz nenhum problema para o grupo, que é muito maduro, equilibrado blindado e isso é foro pessoal do Walter. Nosso jurídico está tratando junto com a diretoria. Ponto final e a gente segue o nosso trabalho”, afirmou Cabo que ainda foi questionado se o jogador irá permanecer no CSA. “Ele é jogador do CSA”, completou.

Dessa forma, o clube não pretende, pelo menos por enquanto, tratar do assunto do jogador, que seguirá viagem para Goiânia, onde tem residência, para tratar o problema no joelho esquerdo, que impossibilita o jogador de entrar em campo há um mês.

Foto: Ascom-CSA

 

JOGO CONTRA O LONDRINA

Diferente de outras rodadas, quando o time não era segredo para ninguém, o treinador azulino preferiu manter o suspense. Cabo fez uma avaliação da derrota diante do Boa Esporte e o que será o jogo contra o Londrina.

“Nenhum setor funcionou (contra o Boa Esporte). Acredito que fizemos o pior jogo do ano. Foi uma derrota dolorida, sem tirar o mérito do Boa, mas o nosso time não incompetentes”, disse e reforçou, “Contra o Londrina, teremos mais um jogo difícil e o time que vai entrar em campo será baseado nessa dificuldade, mas vamos avaliar as condições dos atletas. Por isso fizemos um treino fechado”, concluiu.

Durante a coletiva, Cabo ainda confirmou que o meia Neto Berola, que tinha esperança de voltar a jogar nesta terça-feira, segue vetado pelo departamento médico. O jogador já passou por exames e fará uma ressonância para saber a gravidade do problema.

O CSA entra em campo nesta terça-feira, ás 20h30 no Estádio Rei Pelé, contra o Londrina. A equipe alagoana está na segunda posição com 40 pontos, enquanto o time paranaense está em 12º com 30.