Foto: Divulgação 34efb58a bb3f 4f57 aa54 01fd6b34540d Assessoria de corrida gratuita, HapVida +1K

Você já disse para a pessoa ao seu lado o quanto ela é importante para você? O quanto a vida dela merece ser celebrada? Neste mês de setembro, o Sistema Hapvida realiza uma campanha diferente.Por meio de anúncios publicitários em veículos de comunicação, treino especial de corrida e caminhada e ações dentro de suas empresas, a operadora distribuirá milhares de fitinhas amarelas. A ideia? É que cada pessoa pegue sua fitinha e amarre do braço de quem ela agradece por existir, levando a mensagem de que “celebro, sim, a sua vida”, porque “você é muito importante pra mim”.

Como explica a diretora de Comunicação e Marketing do Hapvida, Simone Varella, a distribuição das fitas amarelas é para que todos se engajem na campanha. “Cada um pode dar para outra pessoa, amarrar no braço e, em poucos minutos, demonstrar que ela é importante na sua vida. Será um momento em que você celebra a vida da outra pessoa. Afinal, com a correria do dia a dia, esquecemos de dizer para os outros como eles são importantes e determinantes para nós e isso pode fazer muita diferença para quem recebe”.

De acordo com a psicóloga do Hapvida, Raíssa Serpa, de fato, com as grandes demandas da atualidade, deixamos de dizer o quanto alguém especial faz a diferença na nossa vida. No entanto, como alerta, a demostração de sentimentos faz bem para quem o faz e para os que recebem também. Isso porque, “a troca de reconhecimento pode fortalecer o vínculo estabelecido, pois relações sustentam-se a partir de trocas que envolvem também o aspecto afetivo”. Dessa forma, frisa Raíssa: “Dizer para alguém o quanto ela é importante na sua vida faz com que a pessoa se sinta segura e com a autoestima elevada, pois significa que essa pessoa fez a diferença na sua vida, e que ela é única e insubstituível”.

Quando isso é feito com o coletivo, então, há a possibilidade de contribuir para o sentimento de pertencimento a um grupo, como esclarece: “O companheirismo e o sentimento de coletividade também podem ajudar, pois pertencer a algum grupo fortalece a autoestima e as habilidades sociais. O escutar é algo muito importante, porque ajuda o outro a se sentir acolhido e a não se sentir sozinho em determinada situação”, acrescenta a psicóloga.

Hapvida + 1k

Dentro desse contexto, no mês de setembro, os treinos do Hapvida + 1k nas cidades de Fortaleza (CE), Belém (PA), Maceió (AL), Recife (PE) e Salvador (BA) serão voltados, justamente, para essa proposta. Munidos de tênis, disposição e uma fitinha amarela, os corredores amarram no próprio braço e poderão colocar no braço de outro colega a fita para demonstrar que a vida dele merece ser celebrada. A ideia, como explica a diretora de Comunicação e Marketing, Simone Varella, é unir justamente duas ações que ajudam a mudar a vida das pessoas e fazê-las se sentirem bem: prática da atividade física e demonstração de como a vida delas é importante. 

Até porque, como explica Jailson Santos, profissional de Educação Física do Hapvida + 1k, os benefícios da prática regular da atividade física vão além do físico. Mais que perder peso e combater a obesidade, a prática regular de movimentos gera benefícios como o fortalecimento dos ossos, articulações e músculos, e fortalece o coração. “Tem importância no controle da gordura corporal, melhora o humor, ajuda na vida sexual e estimula a atividade cerebral”. 

Apoio ao outro

Para expandir esse clima na sociedade como um todo, o Hapvida também distribuirá milhares de fitinhas, dentro e fora de suas empresas. No mesmo dia em que acontecem os treinos do +1K em Belém (PA) e Manaus (AM), as bicicletas compartilhadas também levarão as fitinhas amarelas em suas cestinhas. A ideia é que, além de usarem, os ciclistas também deem às pessoas a fita que representa a celebração de suas vidas. 

Na segunda quinzena de setembro, os anúncios em alguns jornais, realizados pela operadora, virão com fitas amarelas, para serem distribuídas. Cada leitor pode pegar uma fita e amarrar no braço de quem é importante na sua vida. Ao mesmo tempo, as fachadas dos hospitais da rede própria do Hapvida, nas cidades Fortaleza (CE), Salvador (BA), Belém (PA), Manaus (AM), Maceió (AL) e Recife (PE) estarão iluminados na cor amarela. 

Além disso, dentro de suas unidades, o Hapvida também promoverá, no próximo dia 14 de setembro, ações de celebração da vida. Os 18 mil colaboradores do Sistema, em todo o Brasil, pararão por um minuto suas tarefas para fazerem a troca de fitas amarelas, às 15h30. Com o ato simbólico, cada um demonstrará para os colegas de trabalho que “sua vida é importante para mim”. A ação, como explica o presidente do Conselho Administrativo e fundador do Hapvida, Cândido Pinheiro, “é um sinal de coleguismo, de aproximação, de amizade e de pensamento único no nosso futuro e no futuro de quem está ao nosso lado, todos os dias”.