Divulgação 5d221a26 fbd5 4bf4 94e3 2437ee042342

Derrotado no primeiro duelo das quartas de final da Libertadores, o presidente do Colo-Colo, Ruiz Tagle, não fugiu da imprensa e deu explicações sobre a atuação da equipe diante do Palmeiras e sobre o futuro do técnico Héctor Tapia.

Sobre a partida, ao invés de buscar algum culpado, o dirigente preferiu exaltar o adversário que, em sua visão, é um time muito difícil de ser batido.

“É uma derrota dura e esperávamos conquistar um bom resultado. Acredito que o Colo-Colo jogou bem, mas encontrou um rival complicado e que figura entre as melhores equipes do continente. Acho que temos condições de ir até São Paulo e arrancar um bom resultado par sair com a vaga. Precisamos de fé”.

Um dos temas da coletiva foi a permanência do técnico Héctor Tapia, que sofre inúmeros questionamentos da torcida alba.

“É um excelente profissional e tem condições de se manter como treinador do Colo-Colo. Assumiu com a equipe na última colocação do grupo e hoje disputamos as quartas de final. O foco é recuperar nossa regularidade no torneio nacional e garantir uma vaga em competição internacional para o próximo ano”, finalizou.