77c65ffd 39a8 4af6 aecd b839dc1f992c Everaldo comemora gol que abriu a vitória do Flu nesta quinta (Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.)

O Fluminense ficou muito perto da vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana ao derrotar o Deportivo Cuenca por 2 a 0, nesta quinta-feira, em Quito, no Equador. Com o resultado, a equipe carioca pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta, dia 4, no Maracanã, que estará classificada para a sequência da competição.

O time equatoriano iniciou a partida impondo pressão, apostando nos efeitos da altitude de 2.850 metros de Quito. E deu certo. Digão falhou feio logo aos três minutos, proporcionando grande oportunidade para Rojas, que falhou diante de Júlio César.

Mas sem criatividade no ataque, o Deportivo Cuenca foi diminuindo o ritmo a partir dos 15 minutos. Melhor tecnicamente, o time carioca passo a ficar mais tempo com a bola. Na primeira boa jogada, Luciano lançou Everaldo, que mostrou tranquilidade para abrir o placar, aos 22 minutos.

A desvantagem abalou os equatorianos. Um exemplo disso foi uma cobrança de escanteio bisonha de Rojas, que fez a bola sair pela lateral. Organizado, o Fluminense se acalmou, passou a fazer boas triangulações, com destaque para o entrosamento de Jadson, Sornoza, Everaldo e Luciano.

Assim, o time carioca poderia até ter ampliado a vantagem nos primeiros 45 minutos. Sornoza obrigou Heras a fazer boa defesa, Everaldo acertou a trave e Jadson bateu com perigo.

O Fluminense voltou sonolento para o segundo tempo. Em cinco minutos, o Deportivo Cuenca somou três grandes oportunidades com direito a gol - contra, de Gum - sendo anulado por impedimento inexistente e um cabeceio de Sosa que acertou a trave de Júlio César. Como só o Deportivo Cuenca atacava, o goleiro Heras virou apenas um espectador de luxo. Enquanto isso, Júlio César precisou se esforçar muito para evitar um gol de Pita.

A pressão era grande e o Fluminense não conseguia levar a bola para o campo de ataque. Com isso, o time do Equador entrava na área carioca com facilidade, obrigando Gum e Digão a se desdobrarem na defesa.

Aos 27 minutos, finalmente o Fluminense assustou o goleiro Heras. Ayrton Lucas deu grande arrancada. No fim da jogada, a bola caiu no pé direito de Everaldo, que, visivelmente cansado, errou o alvo.

O lance pareceu ter tirado o ânimo do Deportivo Cuenca. O Fluminense passou a dominar o jogo e Ayrton Lucas, demonstrando grande preparo físico, correu por mais de 60 metros com a bola e cruzou para Luciano fazer 2 a 0 e garantir ótima vantagem para o jogo de volta no Maracanã.

Antes, o Fluminense terá compromissos pelo Campeonato Brasileiro. O primeiro deles será na segunda-feira, quando o time vai visitar a Chapecoense, pela 26ª rodada.